quarta-feira, 20 de junho de 2012

João Carlos Martins no Teatro Municipal do Rio de Janeiro



23 | SÁB | JUN | 21h00

MAESTRO JOÃO CARLOS MARTINS, regente

Espetáculo acontece no dia 23/06 e traz clássicos de Vivaldi, Bach e Villa-Lobos, e a participação especial da bateria da Vai-Vai

Programa:

ANTONIO VIVALDI
Concerto para 4 violinos em B menor - Opus3 nº 10
Solistas: Elisa Fukuda, Cláudio Micheletti, Ricardo Takahashi e Lucas Farias
JOHANN SEBASTIAN BACH
Suite: Orquestral nº 3
HEITOR VILLA-LOBOS
Melodia Sentimental, Solista: Jean William - Evocação
Solista: Jean William
CÉSAR GUERRA PEIXE
Mourão
Mateus Araújo
Prelúdio, Fuga e Samba

O maestro João Carlos Martins retorna ao Rio de Janeiro, onde fez sua estreia como pianista e também como maestro, para reger a sua Filarmônica Bachiana SESI-SP no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, no dia 23 de junho, às 21h. João Carlos Martins e orquestra apresentam o concerto que encantou o público americano no Lincoln Center/NY, em setembro de 2011. O repertório conta com obras de Vivaldi, Bach e Villa-Lobos, entre outros, e com a participação especial da bateria da escola de samba Vai-Vai na parte final da apresentação.
O espetáculo começa com “Concerto para violino”, de Vivaldi, e a “Suite Orquestral nº 3”, de Bach. Na segunda parte, Jean William será o solista de “Evocação” e “Melodia Sentimental”, de Villa-Lobos.  Na parte final, a bateria da Vai Vai, em conjunto com a orquestra, irá interpretar “Trenzinho Caipira”, de Villa Lobos, “Mourão”, de Guerra Peixe e a inédita peça de Mateus Araujo, “Prelúdio, Fuga e Samba”, inspirada no Samba Campeão do Carnaval de 2011 - A Música Venceu.
Quando João Carlos iniciou o projeto de criar uma orquestra apenas com a iniciativa privada, muitos duvidaram, mas já são mais de mil apresentações nos principais teatros do Brasil e com participação em grandes palcos ao redor do mundo. A qualidade dos músicos da Filarmônica Bachiana, selecionados entre as melhores orquestras brasileiras, tem sido muito elogiada. São profissionais que fazem questão de aprimorar seu talento com trabalho e estudo. Assim, a orquestra, fundada em 2004, não tardou a ganhar o merecido reconhecimento. Após quatro temporadas em que se apresentou pelo Brasil, encantou o público americano com cinco atuações de gala sendo duas no Carnegie Hall em 2007 e 2008, e três no Lincoln Center em 2009, 2010 e 2011, em Nova York.

Maestro João Carlos Martins

João Carlos Martins ocupa um lugar ímpar no cenário musical brasileiro, sendo um símbolo de superação e talento. Nascido em São Paulo, em 1940, iniciou seus estudos de piano aos oito anos, e três anos depois começava a carreira no Brasil e aos dezoito já estava tocando no exterior.
Por problemas físicos, abandonou definitivamente os palcos como pianista no ano de 2002. Mas não deixou a música de lado e retornou aos palcos em 2004, só que agora como maestro. Apresentou-se com sucesso em Londres, Paris e Bruxelas como regente convidado, imprimindo a mesma dinâmica que fazia quando pianista.
Hoje, aos 71 anos, é regente da Bachiana Filarmônica SESI-SP, já lançou 25 álbuns, escreveu um livro emocionante sobre sua vida, intitulado “A Saga das Mãos”, é o único brasileiro a ter sua vida registrada por cineastas europeus por duas vezes e conta com um registro fotobiográfico, lançado na ONU, descrevendo em imagens sua belíssima trajetória.
Escola de Samba Vai-Vai
No início do século, havia no bairro do Bixiga um time de futebol e grupo carnavalesco chamado Cai-Cai, que utilizava as cores preto e branco. Por volta de 1928, um grupo de amigos, ajudava a animar os jogos e festas realizadas pelo Cai-Cai, porém eram sempre vistos como penetras e arruaceiros, sendo apelidados de modo jocoso como "a turma do Vae-Vae". Expulsos do Cai-Cai, estes criaram o "Bloco dos Esfarrapados", e paralelamente, o Cordão Carnavalesco e Esportivo Vae-Vae, que foi oficializado em 1930.
O primeiro desfile oficial do Cordão Vai Vai, foi em fevereiro de 1930, o tema era sobre São Paulo. As fantasias eram livres, e nelas predominavam o preto e o branco. Desde então todos os anos a Escola de Samba Vai-Vai se supera e emociona os foliões com seus desfiles.

Serviço:

Filarmônica Bachiana SESI-SP
Regência: Maestro João Carlos Martins
Data: Sábado, 23 de junho.
Horário: 21h
Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano, s/nº - Centro
Preços:
Frisa e Camarote – R$240,00
Plateia e Balcão Nobre – R$30,00
Balcão Superior – R$20,00
Galeria – R$10,00
Venda de Ingressos na Bilheteria Boulevard (entrada Rua Evaristo da Veiga), ou pelo site www.ingresso.com.br e pelo telefone 4003-2330.
Postar um comentário