sexta-feira, 15 de junho de 2012

NEOJIBA promove terceiro concerto da série de Música de Câmara este ano




Na próxima segunda-feira (18), o programa NEOJIBA promove a terceira apresentação da série de concertos de Música de Câmara em 2012, às 20h, na Sala do Coro do TCA. Entre as participações estão o Trio de Trompas, e o Grupo de Metais e de Percussão, que executarão obras de grandes compositores como Anton Reicha e Camille Saint-Saëns. A entrada é franca. Com o intuito de disseminar a música de concerto e estimular a técnica de seus jovens membros através de uma modalidade mais intimista e próxima do público, as cameratas do NEOJIBA acontecem regularmente no Teatro Castro Alves e em outros espaços culturais da cidade.

Confira o repertório da apresentação:

CLAUDE BOLLING
Intime
Formação: Dóris Leandra (Flauta), Aline Falcão (Piano), Isaac Falcão (Bateria).

ANTON REICHA
Horn Trio
Formação: Trio de Trompas da OCA (Uriel Borges, André Leite, Ualisson Moreira).

FRANÇOIS GOUNOD
Funeral March of a Marionete

DUKE ELLINGTON
Ellington Suite
Formação: Grupo de Tubas (Ricardo Sena, Jamberê Cerqueira, Ângelo Silva, Jackson Santos, Gabriel Vieira).

VICTOR EWALD
Quinteto nº 3 (mov. I)

LUIZ GONZAGA
Gonzagueando (arr.: Duda)
Formação: Quinteto de Metais: Helder Passinho Jr. e Aécio Magnum (Trompetes); Orlando Afanador (Trompa); Joadson Araújo (Trombone); Jamberê Cerqueira (Tuba)

CAMILLE SAINT-SAËNS
Dança Bachanale (da Ópera Sansão e Dalila)
Formação: Grupo de Metais e Percussão do NEOJIBA (Regência: Yuri Azevedo)

18.06 - segunda-feira - 20h00

Sobre o NEOJIBA

Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA tem por objetivo alcançar a excelência e a integração social por meio da prática coletiva da música. No Brasil, o NEOJIBA é o primeiro programa governamental de formação de orquestras infanto-juvenis baseado no aclamado “El Sistema”, programa venezuelano criado há 37 anos. Seu diretor fundador e regente titular é o pianista Ricardo Castro, convidado em 2007 pela Secretaria de Cultura para criar e implantar o programa na Bahia.
O NEOJIBA já beneficia diretamente mais de 600 crianças e jovens, integrantes do Núcleo de Gestão e Formação Profissional do Programa, no Teatro Castro Alves, e em Núcleos de Prática Orquestral em Simões Filho e na Península Itapagipana, em Salvador. Além disso, o NEOJIBA apoia pedagogicamente projetos orquestrais do interior do estado, levando seus resultados a jovens músicos dos municípios de Conceição do Coité, Jacobina, Vitória da Conquista, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália e Angical. O mais importante diferencial entre o NEOJIBA e a maioria das outras iniciativas de arte-educação realizadas no Brasil é sua função de real integração social, estimulando o convívio entre crianças e jovens de vários segmentos da sociedade.
Postar um comentário