quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Série “Concertos na Bilblioteca” de Jundiai SP apresenta Capela Ultramarina

“Cantiga & Vilancetes portugueses, séculos XVI e XVII”

Capela Ultramarina
Regiane Martinez, Ana Ganzert, Fábio Vianna Peres - vozes
Marília Macedo - flautas
Guilherme de Camargo - viola de arame e guitarra barroca

O programa “Cantigas & Vilancetes Portugueses” apresenta composições extraídas de dois cancioneiros portugueses do século XVI. O Cancioneiro d’Elvas e o Cancioneiro de Paris, conhecido por este nome por se encontrar atualmente na biblioteca da Ecòle Superieur de Beaux Arts, na capital francesa. Estes manuscritos trazem peças a uma voz e composições polifônicas, na sua maioria a três vozes.
Os textos musicados são de caráter profano e têm como temática principal a visão do amor como um sofrimento pelo qual todos anseiam. A maior parte destes poemas está escrita em castelhano, língua predominante nos meios corteses de Portugal no século XVI, sendo que o português era ainda pouco usado para esta finalidade. Estas composições estão inseridas em um momento onde, juntamente com a expansão do poderio português, a língua local igualmente cresce no campo político, através do livros de chancelaria e das crônicas oficiais, bem como no campo literário e poético.
Para este concerto foram escolhidas somente peças com o texto em português. Pretendemos assim, resgatar um pouco da sonoridade e força poética da língua portuguesa quinhentista.
O concerto é apresentado de forma didática, com explicações sobre as obras e o contexto em que foram criadas.

Programa

Se do mal que me quereis
Já não podeis ser contentes
Porque me não vês Joana
Bem sei que minha tristura
Sempre fiz vossa vontade
Toda noite e todo dia
Marizapalos (instrumental)
Por amores me perdi
Na fonte esta Lianor
Minina dos olhos verdes
Que he o que vejo
Não tragais borzeguis pretos

A Capela Ultramarina foi criada em 1999 com o objetivo de pesquisar e interpretar a música Ibérica e brasileira do passado, motivado pelas comemorações relativas aos 500 anos do descobrimento do Brasil. Desde então tem pesquisado e apresentado programas como “Cantigas e Vilancetes portugueses”, “Ensaladas y Vilancicos” e “polifonia portuguesa séculos XV ao XVIII”. Dirigida por Fábio Vianna Peres, a Capela Ultramarina é baseada em um núcleo vocal formado por cantores que integram o Coro da OSESP, considerado o melhor do país. A estes unem-se instrumentistas com ampla experiência e reconhecimento no campo da interpretação histórica da música do passado.

Produção: Escola de Música de Jundiaí - www.emj.art.br
Realização: Prefeitura de Jundiaí

Concertos da Biblioteca
13 de novembro de 2010, sábado, 10h.
Biblioteca Pública Municipal Prof. Nélson Foot - Jundiaí
Postar um comentário