terça-feira, 21 de agosto de 2012

Obras-primas de Caravaggio chegam a SP

Auto Retrato


Mostra no Masp liga pintor a seus seguidores

Se há alguém que representa a força dramática do Barroco, esse alguém é o pintor Michelangelo Merisi da Caravaggio (1571-1610). Ao longo de seus 38 anos de vida, o italiano dominou o universo das artes e conquistou seguidores em todo o mundo graças à sua capacidade de representar o cotidiano e envolver, com emoção, o olhar do espectador.
A partir do dia 1º de agosto, a perfeição de suas figuras humanas, iluminadas com uma técnica de claro-escuro que é copiada até hoje, chega ao Museu de Arte de São Paulo, o Masp, na exposição Caravaggio e Seus Seguidores.
A mostra não é apenas a maior já realizada sobre o pintor em terras brasileiras. É também uma oportunidade para ver obras-primas como a Medusa Murtola e o Retrato do Cardeal. "Das obras produzidas por Caravaggio em seus 38 anos, apenas 62 chegaram aos nossos dias", acrescenta o italiano Giorgio Leone, que, ao lado do brasileiro Fábio Magalhães, é responsável pela curadoria da exposição.
No Masp, esse legado divide-se em três grandes blocos. Em Trabalhos Consagrados e Conhecidos, o espectador verá as pinturas que, ainda em vida, deram notoriedade ao pintor. Novas Descobertas reúne as telas que eram desconhecidas até pouco tempo, mas que tiveram sua autoria comprovada. E, em Obras "Problema", estão aquelas cuja autenticidade ainda é motivo de dúvida, uma vez que Caravaggio é, até hoje, um dos pintores mais copiados do mundo.
A exposição reúne, ainda, o trabalho de 14 artistas influenciados pelo italiano e sua técnica de claro-escuro, como Artemisia Gentileschi, Bartolomeo Cavarozzi, Giovanni Baglione e Hendrick van Somer. Conhecidos como caravaggescos, estes pintores viveram sob a sombra do gênio, mas tiveram talento de sobra para perpetuar seu nome na história da arte.
Caravaggio e Seus Seguidores
Local: Museu de Arte de São Paulo – Masp
Endereço: av. Paulista, 1.578
Data: de 1º de agosto a 30 de setembro
Horários: de terça a domingo, das 11h às 18h; e, às quintas, das 11h às 20h
Entrada: R$ 15 – gratuito às terças
Postar um comentário