quarta-feira, 15 de junho de 2011

Osesp recebe maestro Andrew Grams pela primeira vez nesta quinta



Pela primeira vez conduzindo a Osesp, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, o norte-americano Andrew Grams, de apenas 35 anos, é um dos mais promissores e talentosos jovens maestros dos Estados Unidos. O regente assume o comando da orquestra para dar voz à trompa de Stefan Dohr, primeiro trompista da Filarmônica de Berlim e um dos maiores nomes mundiais desse instrumento.

Dohr terá participação em duas obras, o Concerto nº4 para Trompa em Mi Bemol Maior, de Mozart, e Des Canyons Aux Étoiles: Appel Interstellaire, de Messiaen. O programa inclui ainda a Suíte Antiga, de Nepomuceno, e a Sinfonia nº4, de Mendelssohn. As duas últimas obras compõem o repertório do concerto matinal, com entrada franca, no domingo, dia 19/5.

Sobre o artista - ANDREW GRAMS

Um dos mais promissores e talentosos jovens maestros dos Estados Unidos, Andrew Grams começou a reger aos dezessete anos. Estudou com Otto-Werner Müller no Curtis Institute of Music, na Filadélfia, e já se apresentou com muitas das grandes orquestras do mundo, incluindo as Orquestras Sinfônicas de Chicago, Montreal e da BBC, a Orquestra Nacional de Lyon e a Orquestra de Santa Cecília (Roma). Grams foi regente-assistente da Orquestra de Cleveland de 2004 a 2007. Também um exímio violinista, estudou na Juilliard School e atuou com conjuntos prestigiados, como Orpheus Chamber Orchestra, de Nova York.

Solista - STEFAN DOHR TROMPA

A técnica perfeita e a entonação pura de Stefan Dohr tornaram-no mundialmente reconhecido como um dos maiores trompistas da atualidade. Começou sua carreira na orquestra da Ópera de Frankfurt. Em 1993, foi escolhido trompista principal da Filarmônica de Berlim. Como solista, trabalhou com regentes como Daniel Barenboim, Bernhard Haitink e Claudio Abbado. Na música de câmara, apresentou-se ao lado de Maurizio Pollini e Ian Bostridge, entre outros. Além do repertório dos periódos clássico e romântico, Stefan Dohr se interessa também pela música contemporânea, e apresentou diversas obras compostas especialmente para ele.

Voz e Composição - KRISTOFF SILVA

Violonista, cantor, compositor, professor e autor de trilhas para teatro e dança, Kristoff Silva é tido como um dos músicos brasileiros mais versáteis de sua geração. Nascido nos Estados Unidos e criado em Belo Horizonte, apresentou-se em teatros importantes do país – como o Palácio das Artes, o Auditório Ibirapuera e o Sesc Vila Mariana –, junto a artistas como Caetano Velloso, Elza Soares, Zé Celso Martinez Corrêa, Luiz Tatit, Alda Rezende e Virgínia Rosa, entre outros. Na capital mineira, apresentou-se ao lado da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Suas composições foram gravadas por cantoras notáveis, entre as quais Paula Santoro, Alda Rezende e Virgínia Rosa. Lançou dois CDs, A Outra Cidade, em parceria com Makely Ka e Pablo Castro, e Em Pé no Porto.

Osesp – Desde 1954, a Osesp trilha uma história de conquistas, tornando-se uma instituição reconhecida nacional e internacionalmente pela qualidade e excelência. Foi dirigida pelo maestro Souza Lima e pelo italiano Bruno Roccella, mais tarde sucedidos por Eleazar de Carvalho, que por 24 anos permaneceu à frente da Orquestra, deixando um projeto para sua reformulação. Com o apoio do Secretário de Cultura e o empenho do Governador Mario Covas, em 1997, o maestro John Neschling foi escolhido para assumir a direção artística e conduzir uma nova fase na história da Osesp. A Sala São Paulo é inaugurada em 1999 e, nos anos seguintes, são criados os coros Sinfônico, de Câmara, Juvenil e Infantil; o Centro de Documentação Musical Maestro Eleazar de Carvalho, o Serviço de Assinaturas, o Serviço de Voluntários, os Programas Educacionais, a editora de partituras Criadores do Brasil e a Academia da Osesp. Em maio de 2009, a Osesp ganha o XII Prêmio Carlos Gomes na categoria Orquestra Sinfônica, pelo conjunto de apresentações realizadas durante o ano de 2008. Indicada pela revista inglesa Gramophone como uma das três orquestras emergentes no mundo às quais se deve prestar atenção, a Osesp dá continuidade ao projeto de ampliação constante da cultura musical brasileira e para a Temporada 2010 conta com o maestro francês Yan Pascal Tortelier como regente titular e o músico e escritor Arthur Nestrovski como diretor artístico.

Fundação Osesp – Instituída em junho de 2005, a Fundação Osesp administra a Orquestra, a Sala São Paulo e as relações de trabalho de mais de 290 pessoas, entre músicos, administração e técnicos, permitindo maior agilidade administrativa, ampliação de parcerias e melhoria na qualidade dos serviços oferecidos.

Os concertos da Osesp são patrocinados por Itaú Personnalité, Banco do Brasil, Mercedes-Benz, Credit Suisse e Mapfre Seguros.

ENSAIO ABERTO AO PÚBLICO
Quinta, 16/6 - 10h
Ingresso: R$ 10

CONCERTOS
Quinta, 16/6 - 21h;
Sexta, 17/6 - 21h
Sábado, 18/6 - 16h30
Ingressos: de R$24 a R$135

SÉRIE CONCERTOS MATINAIS
Domingo, 19/6 - 11h
Ingresso: Gratuito

SÉRIE MÚSICA DE CÂMARA COM STEFAN DOHR
Domingo, 19/6 - 17h
Ingressos: R$49 e R$56
O trompista Stefan Dohr, desta vez como regente, apresenta um programa de música de câmara com obras de Arvo Part [compositor transversal da temporada 2011 da Osesp], Mozart, Martinu e Dvorák.

Sala São Paulo (1340 lugares)
Praça Júlio Prestes, 16
Bilheteria: (11) 3223-3966 (11) 3223-3966
begin_of_the_skype_highlighting/end_of_the_skype_highlighting.
Recomendação etária: 7 anos
Aposentados, pessoas acima de 60 anos, estudantes e professores da rede pública têm 50% de desconto, mediante comprovação em todas as atividades.
Cartões de crédito: Visa, Mastercard, American Express e Diners.
Ingresso Rápido: (11) 4003-1212 begin_of_the_skype_highlighting(11) 4003-1212 end_of_the_skype_highlighting; www.ingressorapido.com.br
Estacionamento: 611 vagas
(20 para portadores de necessidades especiais e 33 para idosos): R$12.
Postar um comentário