quinta-feira, 2 de junho de 2011

Retrospectiva da Música Brasileira no Rio de Janeiro


O centenário de Vieira Brandão, os 80 anos de nascimento de Breno Blauth e os 80 de falecimento de Henrique Oswald e de Luciano Gallet serão lembrados em dois concertos, dias 07 e 10 de junho.


Com a “Retrospectiva da Música Brasileira”, a EM (Escola de Música da UFRJ) apresenta, em junho, uma mostra de importantes compositores. Iniciativa do Departamento 02, de Composição, o evento está sendo organizado em conjunto com o Setor Artístico: “Este ano, vamos comemorar o centenário de José Vieira Brandão, assim como mrcar os 80 anos de nascimento de Breno Blauth e os 80 de falecimento de Henrique Oswald e de Luciano Gallet. A ideia é homenagear estes grandes músicos, executando um repertório pouco divulgado”, salienta o diretor responsável, professor Eduardo Biato.
Serão dois concertos, nos dias 07 e 10 de junho, ambos às 19h30, na Sala da Congregação. Os intérpretes são o Trio UFRJ, integrado por Marco Catto (violino), Mateus Ceccato (violoncelo) e Luciano Magalhães (piano) todos técnico administrativos da Escola, e o Quinteto de Sopros Lou¬renzo Fer¬nandez – for¬mação in¬de¬pen¬dente cons¬ti¬tuída pelos alunos Miller Moraes (flauta), Juliana Bravim (oboé), Diogo Lozza (clarineta), Alessandro Jeremias (trompa) e Carlos Henrique Bertão (fagote). Além disso, os estudantes de canto Deborah Cecília, Marcela Duarte, Camila Marlière, Luisa Lima, Rafael Siano, Alberto Nery e Bruno dos Anjos apresentarão uma integral das canções para voz e piano de Henrique Oswald. Foram preparados pelos professores Marcelo Coutinho, Inácio de Nonno e Ricardo Tuttman.
O evento conta ainda com três pia¬nistas Rebecca da Coll, Gustavo Balesteros e Patrícia Bretas, professora da casa, que estará na apresentação da “Suíte sobre temas afrobrasileiros para quarteto de madeiras e piano” de Luciano Gallet e no solo do Estudo nº1, de Vieira Brandão: “lindo” e com “todas as características do nacionalismo brasileiro”, comenta. Sobre o ex-aluno do então Instituto Nacional de Música, hoje EM, onde também recebeu o título de livre docente, Patrícia salienta que Vieira Brandão foi um “pianista virtuose”, a quem Villa-Lobos dedicou várias peças e que realizou inúmeras estreias importantes de sua obra. Isso, além de atuar como regente, participar da fundação da Academia Brasileira de Música, e ter mais de 300 composições, dedicadas principalmente à música de câmara. A “Retrospectiva” tem entrada franca.


Programação

Dia 07/06. Quinteto de Sopros. Patrícia Bretas e Rebecca da Coll, piano.
Programa: Breno Blauth (Quinteto de sopros I), José Vieira Brandão (Divertimento para quinteto de sopros nº 1), Alberto Nepomuceno ("Galhofeira"), José Vieira Brandão (Estudo nº 1), Luciano Gallet (Suíte sobre temas afro-brasileiros para quarteto de madeiras e piano), Radamés Gnattali (Sonatina a Seis, para quinteto de so-pros e piano).

Dia 10/06 . Deborah Cecília, Marcela Duarte, Camila Marlière, Luisa Lima, Rafael Siano, Alberto Nery e Bruno dos Anjos, cantores. Gustavo Balesteros, piano. Trio UFRJ.
Programa: Henrique Oswald (Can¬ções), Breno Blauth (Trio para piano e cordas).
Postar um comentário