sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Festival Revelando São Paulo promove a cultura de 200 municípios paulistas

XIV Revelando São Paulo – a vitrine da cultura tradicional apresenta l300 grupos de manifestações artísticas e folclóricas, 250 espaços de culinária e artesanato, rancho tropeiro e cavalhadas reunidos no Parque Vila Guilherme/ Trote para um grande encontro da cultura paulista
A décima quarta edição do Revelando São Paulo – Festival da Cultura Paulista Tradicional traz o mote “do Rio ao Oceano” com o objetivo de mostrar a herança e identidade cultural oriundas de 200 municípios do Estado, entre os dias 10 e 19 de setembro e conta com o apoio da Subprefeitura de Vila Maria/Vila Guilherme e da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente. O evento é gratuito e desta vez acontece num cenário novo: o Parque Vila Guilherme/Trote e o Mart Center, na Vila Guilherme (próximos ao metrô Carandiru) que oportuniza uma área quatro vezes maior para as atividades.
E é lá em meio a um oásis na Zona Norte da Cidade que cerca de 90 estandes de culinária, 160 de artesanato, Rancho Tropeiro, brincadeiras de todos os tempos, corrida de cavalhada e aproximadamente 300 grupos das mais variadas manifestações artísticas apresentam-se nos dez dias do evento. O público vai poder apreciar Folias de Reis e do Divino, Cortejo de Bonecões, Orquestras de Viola, Violeiros e Sanfoneiros, grupos de Catira, Fandangos e Cururus, Congos e Moçambiques, Serestas e Noites dos Tambores, dança Cigana, Quadrilhas e as Manifestações Cosmopolitas. Além de grupos étnicos, o Festival da Amizade promove espetáculos no palco da grande arena, reunindo danças folclóricas e características das culturas dos países imigrantes no Brasil como a dança alemã, japonesa, italiana, portuguesa, árabe e brasileira, entre outras. Revivendo as antigas corridas de trote, a programação também trará mais de 200 animais (cavalos, bois, búfalos e mulas) que se apresentarão em Cavalgadas, Cavalhadas, Tropas de Mulas e Carros de Bois.
O compromisso com a construção da Cultura de Paz e o respeito à diversidade se mantém no Revelando São Paulo com a Cerimônia da Paz. Cerca de 40 segmentos religiosos se encontrarão no Parque da Juventude (local onde antigamente funcionava a Penitenciária do Carandiru) para a cerimônia inter-religiosa. O momento é marcado pela presença de representantes hare krishnas, budistas, católicos, presbiterianos, umbandistas, espiritualistas, como também comunidades indígenas, os que recebem a imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, trazida da Basílica de Aparecida.
Sobre o Revelando São Paulo
Desde seu lançamento em 1997, o Revelando São Paulo é realizado pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. Ganhou forma, repetindo e ampliando os encontros característicos das várias manifestações artísticas vivas em todas as regiões do Estado, e trazendo outras, que se solidificam na programação do evento. Foi assim com os Festivais da Amizade e de Bonecos de Rua e Cabeções, a Reiada, festa de Cosme e Damião, os encontros de Violeiros, Sanfoneiros, Catira, São Gonçalo, Adoradores de Santa Cruz, Caminheiros, Irmandades Religiosas, Romeiros, Manifestações Cosmopolitas, as noites de São João e dos Tambores, o Congado paulista. A construção da Cultura de Paz, disseminada com a cerimônia da paz, e o foco no respeito à diversidade para o envolvimento de todos: produção, expositores, grupos participantes, parceiros e o público visitante.
A ideia é difundir a cultura do interior paulista, reflexo também das tradições de todo o País e ainda daquelas herdadas de outros povos trazidas ao cotidiano de São Paulo pela imigração. O resultado desse trabalho começou a se espalhar com atividades artísticas desenvolvidas pela Abaçaí Cultura e Arte, grupo que hoje se transformou em Organização Social responsável pela produção evento.
Os números do Revelando São Paulo impressionam quando analisados a partir dos registros das primeiras edições. Hoje a programação contempla 32 diferentes projetos, para as quais são esperadas cerca de 1 milhão de pessoas. No lançamento, em 1997, o Revelando São Paulo reuniu durante todo o evento 50 mil pessoas, e teve a participação de 70 municípios.
Na última edição, foram 180 municípios, 150 estandes de artesanato, 70 estandes de culinária, 170 animais (entre tropas de mulas, cavalos, touros e búfalos), 12 carros de bois, 30 grupos no Festival da Amizade, 18 orquestras de violas, 40 congadas e moçambiques, 50 duplas de violeiros, 15 grupos de catira, 15 grupos de dança de São Gonçalo e Santa Cruz, 12 grupos de bonecões e cabeções, 40 folias de reis
Postar um comentário