sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Secult abre inscrições para edital Pontos de Cultura – ES

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) publicou nesta quinta-feira (09), no Diário Oficial (DIO), e em seu site (www.secult.es.gov.br), o edital que permitirá a implementação de 20 Pontos de Cultura em todo o Espírito Santo. A ação é fruto de um convênio firmado com o Programa Mais Cultura, do Ministério da Cultura (MinC).
As inscrições começam na sexta-feira (10) e continuam até 25 de outubro.
Podem se inscrever instituições da sociedade civil, sem fins lucrativos, legalmente constituídas e de natureza cultural, sediadas e que atuem na produção artístico-cultural há pelo menos dois anos no Estado. Entre elas estão associações, sindicatos, cooperativas, fundações privadas, escolas caracterizadas como comunitárias, organizações da sociedade civil de interesse público (Oscip) e organizações sociais (OS).
Espalhados por todo o Brasil, os Pontos de Cultura fazem parte do programa “Mais Cultura”, desenvolvido pelo governo federal. Os projetos que serão financiados pela Secult e pelo MinC devem ter caráter cultural, cujo desenvolvimento contribua para a inclusão social e a construção da cidadania, seja gerando emprego e renda, seja fortalecendo as identidades culturais.
Todas as iniciativas comunitárias de caráter cultural podem ser um Ponto de Cultura em potencial. O edital é abrangente quanto às características das manifestações e contempla as mais diversas áreas, agrupadas em nove segmentos: culturas populares (como artesanato, tradição oral, ervas e curas tradicionais e contadores de histórias), grupos étnicos-culturais (culturas indígenas, afro-descendentes, ciganas), patrimônio material (museus, educação patrimonial), audiovisual e radiodifusão (vídeo, cinema, televisão e rádio comunitária), culturas digitais (internet, jogos eletrônicos, desenvolvimento de novas tecnologias), gestão e formação cultural (cursos, oficinas, palestras e seminários de formação), pensamento e memória (livro, leitura, bibliotecas, acervos), expressões artísticas (teatro, dança, música, circo, artes visuais, literatura) e ações transversais (cultura e meio ambiente, cultura e educação, cultura e saúde, cultura e turismo, entre outras).

PROCESSO DE SELEÇÃO
Os projetos passarão inicialmente pela análise de documentação, e depois pela análise de mérito. Os nomes dos componentes da comissão de análise dos projetos já foram publicados no Diário Oficial da última quinta-feira (09). São eles: Oswaldo Henrique Farias, representante da Secretaria da Cidadania Cultural, do Minc; Adair Leonardo Rocha, representante regional do Minc; Lídia Celestino Meireles de Oliveira, antropóloga, professora, mestre em antropologia, representante da Secult; Erly Milton Vieira Junior, professor, roteirista, diretor de cinema, escritor e doutor em comunicação e cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e Fábio Luiz Malini de Lima, professor, graduado em comunicação social Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), mestre em ciência da informação, e doutor em comunicação e cultura pela UFRJ.


PREMIAÇÃO
Os projetos selecionados receberão cada um R$ 180 mil reais em três parcelas anuais de R$ 60 mil. Os Pontos de Cultura do Estado vão passar a integrar a Rede Cultura Digital, que estabelece a comunicação entre os vários Pontos de Cultura do Brasil, e possibilita a divulgação das atividades produzidas e dos produtos culturais elaborados.


INFORMAÇÕES À IMPRENSA
Assessoria de Comunicação da Secult
Larissa Ventorim
3345 9273 / 9902 1627
comunicacao@secult.es.gov.br
www.secult.es.gov.br
www.twitter.com/secult

Fonte: http://www.secult.es.gov.br/?id=/noticias/materia.php&cd_matia=2204
Postar um comentário