segunda-feira, 6 de maio de 2013

Texto inédito de Moliére estreia nos palcos do Rio



Erasmo e Valério são dois jovens cavalheiros que disputam o amor da bela Lucilia. Esta dá clara preferência à Erasmo, mas Valério assegura que se encontra com ela na calada da noite. Lucilia, porém, jura que não. Quem estará mentindo? Este é o fio inicial de um emaranhado de mal-entendidos amorosos que Moliere explora em Apesar do Amor.
No imbroglio amoroso, ainda entram as histórias amorosas dos criados Renatão e Marinette (espécie de paródia grotesca do lirismo do triângulo amoroso dos patrões), além de Ascânio, irmão de Lucilia, envolvido em uma complicada troca de sexo, e os pais de Valério e Lucilia, (Alberto e Polidoro), que escondem segredos que viram a história de cabeça pra baixo.

Apesar do Amor é a primeira encenação brasileira do texto de Moliére “Le Depit Amoreux”. A tradução e adaptação do original foi feita por Ivan Fernandes, vencedor do prêmio Zilka Salaberry 2011 peloespetáculo “Leonardo, o Pequeno Gênio da Vinci”. Para criar o universo da peça – formado pelos típicos desencontros amorosos entre casais de patrões e criados sempre abordados na commedia dell’Arte -, o elenco (grupo Teatro Gas), se preparou por mais de seis meses de ensaios.
Embora seja basicamente fiel à trama criada por Moliére, o espetáculo não foge das referências modernas à cultura pop. Esta é uma das chaves do humor da peça: a convivência entre elementos clássicos e modernos. “A comédia parte de um tema clássico para falar do amor de hoje em dia. O objetivo é rir do lado patético que toma conta de todos os apaixonados, algo que não mudou entre os seres humanos mesmo com séculos de evolução”, afirma o diretor Ivan Fernandes.
Os figurinos, dentro da proposta, brincam com a estética francesa do século XVII, mas não são recriações históricas, e sim divertidas brincadeiras teatrais. A trilha sonora é formada por hinos da música brega brasileira, a melhor para tratar dos descaminhos, desventuras e desilusões amorosas nos quais se inscreve a trama da peça. Os cenários procuram passar a ideia de um jardim de palácio francês, que abrigava os divertimentos – teatrais e, por que não, amorosos – dos nobres franceses.

SERVIÇO:
Apesar do Amor
Temporada: de 23/04 a 15/05
Quando: Terças e quartas, às 21h
Onde: Teatro Maria Clara Machado – Planetário da Gávea (Av. Padre Leonel França, 240 – Gávea)
Quanto: R$30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Forma de pagamento: Em dinheiro na bilheteria ou pelo site www.compreingressos.com
Maiores informações: www.teatrogas.com.br
Lotação: 128 lugares (não marcados)

FICHA TÉCNICA:
Direção: Ivan Fernandes
Elenco: Diogo Borges, Flavia Spranger, Guga Guimarães, João Uno, Luciano Martins, Maria Clara Nascimento, Raphael Carbone, Ruy Lemos, Tatiane Albernaz, Shizue Morimoto
Músico Convidado: Mario Fontanive Andrade


Postar um comentário