sexta-feira, 29 de julho de 2011

Roberto Minczuk deixa a direção artística da Orquestra Sinfônica Brasileira

Nova direção artística será exercida de forma compartilhada pelo ex-diretor do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Fernando Bicudo, e pelo produtor e compositor Pablo Castellar.

O maestro Roberto Minczuk pediu demissão da direção artística da OSB. A decisão, anunciada em 19 de julho, veio alguns dias após o anuncio da criação de um comitê artístico que deveria assessorá-lo. Roberto Minczuk que segue com regente titular da orquestra sofreu grande desgaste em decorrência da crise que assola a OSB desde o primeiro semestre, por conta de um processo de profissionalização imposto pela Fundação OSB. Descontentes, mais de trinta músicos boicotaram uma avaliação de desempenho e acabaram demitidos gerando grande repercussão e protestos. A temporada foi suspensa e, após audições internacionais, novos membros foram contratados, A série OSB está prevista para estrear neste mês de agosto, om um Festival Beethoven e concerto na Sala São Paulo.
A direção artística da OSB passa a se exercida pelo ex-diretor do TMRJ, Fernando Bicudo, e pelo produtor e compositor Pablo Castellar, de forma compartilhada. De acordo com a nota da assessoria de imprensa da orquestra, ““ ambos já estavam em negociação com a Fundação para montar um modelo de curadoria musical e foram convidados pelo presidente de FOSB, Eleazar de Carvalho Filho, para assumir a função. "A partir de Agora, Bicudo e Castellar serão os responsáveis pela elaboração da temporada da orquestra e pela relação entre músicos e o Conselho Curador da Fosb”.

Revista Concerto – Agosto 2011
Postar um comentário