quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

DEBUSSY, CLAUDE-ACHILLE (1862-1918)


FRANCÊS – ESCOLA NACIONALISTA FRANCESA


Vida. Claude-Achille Debussy nasceu em Saint-Germain-en-Laye no dia 22 de agosto de 1862 e morreu em Paris no dia 25 de março de 1918. Sua vocação musical foi descoberta por Mme. Fauté de Fleurville, que o preparou para o Conservatoire, onde foi admitido em 1873. Em 1884 recebe o grande prêmio de Roma de composição. Viaja para Moscou com Mme. Von Meck, protetora de Tchaikovsky, interessando-se pela obra do então desconhecido Mussorgski. Retorna a Paris em 1887. Com raros aparecimentos públicos, seus anos finais foram minados pela doença (câncer) e pelo desgosto das derrotas francesas na primeira guerra mundial.


Caracterização. À exceção de algumas peças mais conhecidas, Debussy deixou uma obra pouco acessível pelo seu caráter inovador.O impressionismo de Debussy residiria no caráter flou – vago – de seus sutis jogos harmônicos, em que a melodia parecia dissolver-se. Ela libertou-se dos cânones tradicionais, das repetições e das cadências rítmicas. Debussy não seguiu, também, as regras da harmonia clássica: deu uma importância excepcional aos acordes isolados, aos timbres, às pausas, ao contraste entre os registros. Trouxe uma nova concepção de construção musical, que se acentuou na sua última fase. Por isso foi incompreendido, o que não lhe desagradaria, pois ele mesmo propôs a criação de uma “sociedade de esoterismo musical”.


Obra. A obra de Debussy é bastante diversificada, do ponto de vista dos gêneros e das formas que utilizou. Todas as suas obras parecem transmitir a mesma mensagem: a abertura de um universo sonoro inteiramente novo, em que a sugestão ocupou o lugar da construção temática definida. A obra orquestral de Debussy é a que melhor corresponde à sua imagem de impressionista.


Influência. A música inovadora de Debussy agiu como um fenômeno catalisador de diversos movimentos musicais em outros países. Exerceu grande influência em M.Ravel, B.Bartók, de Falla, H.Villa-Lobos, entre outros. Do Prélude à l´après-midi d´um faune, com que, para Pierre Boulez, começou a música moderna, até Jeux, toda a arte de Debussy foi uma lição de inconformismo. Ele mudou o curso da história da música francesa, dissolvendo regras e convenções tradicionais numa nova linguagem de possibilidades insuspeitadas em harmonia, ritmo, forma, textura e timbre.

Postar um comentário