sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Projeto Dê Cordas oferece formação de grupos de música – BA

O projeto Dê Corda! Formação de Grupos de Música na Região do Sisal é o resultado do Edital 33/2008 – Cultura e Direitos Humanos, promovido pela FUNDAÇÃO CULTURAL DO ESTADO DA BAHIA em parceria com a FILARMÔNICA COITEENSE GENÈSIO BOAVENTURA, com assessoria da OCA – OFICINA DE COMPOSIÇÂO AGORA.

O projeto Dê Corda! Formação de Grupos de Música na Região do Sisal tem como objetivo geral promover a reflexão acerca de identidade e pertencimento na Região do Sisal, tendo em vista o fortalecimento da auto-estima e de outros valores humanos, prioritariamente em comunidades de trabalhadores da zona rural. Está constituído por três módulos de trabalho paralelos. O Projeto está dividido basicamente em três atividades:

1. Aulas de música e iniciação musical e formação de conjuntos de flauta doce em cinco povoados do município de Conceição do Coité;

PÚBLICO-ALVO:
 20 crianças e jovens do povoado Fazenda de Maracujá
 20 crianças e jovens do povoado-distrito de Salgadália
 20 crianças e jovens do povoado-distrito de Aroeira
 20 crianças e jovens do povoado-distrito de Juazeirinho
 20 crianças e jovens do povoado-distrito de Bandiaçu

1. Workshop de criação de bandas filarmônicas em cinco cidades da Região do Sisal;
PÚBLICO-ALVO:
Classe artística, produtores, políticos e agitadores culturais de:
 Araci
 Barrocas
 Ichú
 Retirolândia
 Valente

1. Oficinas de Iniciação Musical Através da Composição.
PÚBLICO-ALVO:
Funcionários da Fábrica de Tapetes e Carpetes de Sisal da APAEB – Associação de Desenvolvimento Sustentável e Solidário da Região Sisaleira, na cidade de Valente.
Todo o projeto será realizado em 10 meses, entre preparação (2 meses) e atividades práticas (8 meses) contando a partir do princípio de agosto/2010 e tem, como principais resultados esperados:
 A formação de 100 crianças e adolescentes capazes de ler e entender música, bem como de executar um instrumento (a flauta doce é, a princípio, o instrumento sugerido pelo Dê Corda!);
 A criação de 5 conjuntos de flauta doce – um em cada povoado alvo do módulo 1 -, com possibilidades reais de continuação após o fim do presente projeto;
 A formação de 5 Comissões para Fundação de Bandas Filarmônicas – uma em cada cidade alvo do módulo 2 -, para criação e manutenção de bandas de música;
 A criação de um espetáculo de bolso, com a turma das oficinas do módulo 3;
Para encerrar o projeto, haverá um concerto para a comunidade coiteense com os jovens músicos dos povoados.
O Projeto Dê Corda é uma parceria entre a Filarmônica Genésio Boaventura, a Fundação Cultural do Estado da Bahia e a Oficina de Composição Agora.

Quem tiver interesse em saber mais sobre o Projeto pode entrar em contato com a Coordenação pelo email: leasilvarios@gmail.com.

Pequeno histórico da Filarmônica Coiteense Genésio Boaventura
Em setembro de 1997 foi formada uma comissão, com o propósito de fundar uma filarmônica em Coité, juntamente com uma escola de música para formação dos seus músicos.
Formou-se uma assembléia e nela ficou decidido que a Filarmônica seria intitulada Filarmônica Coiteense Genésio Boaventura e a Escola de Música seria intitulada Escola de Música Maestro Zé Perigo, homenageando antigos componentes da extinta Filarmônica Carlos Gomes. Também ficou decidido nesta assembléia, que esta nova filarmônica seria uma entidade da sociedade civil, mantida por sócios colaboradores, contando sempre com o apoio indispensável do Governo Municipal através da elaboração de um convênio de ajuda mútua.
A Filarmônica Coiteense Genésio Boaventura foi fundada em 06 de Janeiro de 1998 e a Escola de Música em 18 de Agosto de 1999, formando sua primeira diretoria: Presidente: Paulo Rios, Vice-presidente: Marialva Carneiro de Carvalho, Primeiro Secretário: José Romano Filho ( Zelito), Tesoureira: Rosália Boaventura. Contou com a coordenação musical do Maestro Gedson Sampaio Costa, que permanece fazendo um belo trabalho.
A primeira apresentação pública da filarmônica ocorreu em 05 de Dezembro de 2000 na Praça da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição do Coité, durante as festividades da padroeira e de lá para cá, tem participado de diversos eventos cívicos, do Festival de Filarmônicas do Recôncavo, com brilhante desempenho, formado músicos e desenvolvido projetos junto à comunidade.

http://www.cultura.ba.gov.br/
Postar um comentário