quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Mostra em SP reúne grupos de dança nacionais e latinos



A dança contemporânea não tem público? Então, é só chamar que o povo vem. Foi com este espírito que se iniciou, em maio, a mostra Interlocuções Poéticas, cujo objetivo é ocupar a sala Renée Gumiel do Complexo Cultural Funarte, nos Campos Elísios, região central da cidade, com apresentações de grupos de diversos Estados brasileiros. Agora, na reta final do projeto, o foco são as companhias "hermanas" para atrair especialmente o pessoal da vizinhança do centro cultural.

Assim, desta terça a domingo, a Dança à Deriva - 1.ª Mostra Latino-Americana de Dança Contemporânea traz grupos dos nossos vizinhos Uruguai, Colômbia e Venezuela, além de companhias nacionais, que vão não somente realizar suas apresentações gratuitamente, mas também trocar suas experiências artísticas com a plateia, em workshops e debates.

"A ideia é de que o público não vá até a Funarte apenas para assistir ao espetáculo, mas que ele adentre um pouco mais o universo criativo de cada artista, de cada companhia, perceba mais o que acontece, no sentido até de ter uma fruição melhor ou maior da arte, nesse caso, da dança contemporânea", afirma a produtora cultural Solange Borelli, coordenadora-geral e responsável pela concepção do projeto.

Da capital colombiana, Bogotá, participam os grupos Estantres Danza - que apresenta terça, às 19h30, o espetáculo "Sin Aire... Pero Con Más Vida" - e Colectivo Carretel. Da Venezuela, vem o Agente Libre, sediado em Caracas. E, de Montevidéu, chega a companhia Daniela Marrero & Florencia Delgado. Já os representantes brasileiros são todos de São Paulo: Núcleo Luís Ferron, Núcleo de Improvisação e Contato (NIC), Aldeia Krukutu e Cia. Mundu Rodá. Esta última faz nesta terça um workshop, das 15h às 18h, e, à noite, às 20h30, apresenta o espetáculo "Donzela Guerreira".

Até sexta-feira, das 10h30 às 13h, serão realizadas as conversas Derivas Compartilhadas, com a troca de experiências entre os grupos. No sábado, a atividade acontece na parte da tarde, a partir das 14h30. Durante o evento, a programação poderá ser conferida no blog interlocucoespoeticas.blogspot.com.br. As informações são do Jornal da Tarde.

DANÇA À DERIVA - 1.ª MOSTRA LATINO-AMERICANA DE DANÇA CONTEMPORÂNEA
Funarte (Alameda Nothmann, 1.058, Campos Elísios). Tel.             (011) 3662-5177      . De terça a domingo. Grátis (retirar o ingresso 1h antes do espetáculo).
Postar um comentário