quinta-feira, 15 de agosto de 2013

A Orquestra Filarmônica de Israel volta a se apresentar em Paulínia e Campinas


O aclamado maestro e uma das mais importantes orquestras em atividade do mundo voltam a tocar na região. Em Paulínia, se apresentam na segunda-feira (19/8), às 20h, no Theatro Municipal, um dos preferidos do maestro Zubin Mehta no Brasil, por conta de sua excelente acústica. Já em Campinas, oito anos após sua primeira apresentação na cidade, o concerto será ao ar livre e gratuito, no domingo (18/8) às 20h, na Praça Arautos da Paz.

Regida pelo lendário maestro Zubin Mehta e reconhecida pela sua grandiosidade e conjunto sonoro irrepreensível, a Orquestra Filarmônica de Israel volta a participar dos Concertos Paulínia, na segunda-feira (19 de agosto), às 20 horas, na segunda apresentação da série Grandes Concertos Internacionais no Theatro Municipal, com apoio da EPTV, do Hotel Vitória e apoio cultural da Prefeitura Municipal de Paulínia. O pr ograma inclui obras marcantes: a "Abertura Leonora nº 3 Op. 72b" de Beethoven, a "Sinfonia nº 40 em sol menor K. 550" de Mozart e a "Sinfonia nº 1 em dó menor Op. 68" de Brahms (1833 - 1897). Em sua primeira passagem por Paulínia, em 2009, a Filarmônica comoveu o público em dois extraordinários concertos regidos pelo maestro Zubin Mehta, que tem o Theatro Municipal entre seus preferidos no Brasil.

Um dia antes, no domingo 18 de agosto, a Filarmônica volta a tocar sob a batuta do maestro indiano na Praça Arautos da Paz, às 20 horas. Em 2005, eles encantaram o público de Campinas com um extraordinário concerto, que reuniu cerca de 40 mil pessoas no parque. Obras de Tchaikovsky, Johann Strauss II e Ravel estão no programa do concerto gratuito, que promete ser o maior evento da música clássica do ano e conta com patrocínio EPTV, Petrobras, Iguatemi Campinas e MRV Engenharia, e com apoio da Unimed, CPFL, EMS, Hotel Vitória e Prefeitura Municipal de Campinas.

Orquestra Filarmônica de Israel

A Orquestra Filarmônica de Israel foi fundada em 1936 pelo grande violinista Bronislav Huberman e em seu concerto inaugural, no dia 26 de dezembro do mesmo ano, foi regida pelo lendário Arturo Toscanini. Desde então, a orquestra tem feito inúmeras turnês, encantando plateias por todo o mundo. Em Israel, apresenta aproximadamente 150 concertos por ano, servindo às populações de Tel Aviv, Jerusalém, Haifa, entre outras cidades. Suas séries de assinatura têm um público fixo de mais de 30.000 pessoas, um número extraordinário se comparado ao público de qualquer grande orquestra do mundo e especialmente tendo em vista a pequena população de Israel.

Entre os seus colaboradores estão alguns dos maiores regentes, como: Arturo Toscanini, Leonard Bernstein, Sir John Barbirolli, Sergei Koussevitsky, Zubin Mehta, Eugene Ormandy e Paul Paray. Como solistas, a Orquestra já recebeu personalidades como os pianistas Arthur Rubinstein, Claudio Arrau, Vladimir Ashkenazi, Daniel Barenboim, Rudolf Serkin e Lang Lang, violinistas como Itzhak Perlman, Isaac Stern, Natan Milstein, Pinchas Zukerman, Shlomo Mintz Maxim Vengerov e Joshua Bell; violoncelistas como Pablo Casals, Yo Yo Ma, Gregor Piatigorsky, Paul Tortelier, André Navarrá, Jacqueline du Pré, Antonio Meneses e Msitislav Rostropovitch; flautista Jean Pierre Rampal e cantores como Montserrat Caballé, Leontyne Price, Jessie Norman, Placido Domingo e Luciano Pavarotti.

Zubin Mehta

Zubin Mehta foi nomeado conselheiro musical da Orquestra Filarmônica de Israel em 1969 e em 1981 tornou-se Diretor Artístico vitalício. Depois dele, Leonard Bernstein tornou-se Regente Honorário em 1988, e o Maestro Kurt Mazur foi nomeado Principal Regente Convidado Honorário, devido ao grande sucesso do seu trabalho à frente da orquestra em 1991. A partir da temporada 2011-2012, o maestro italiano Gianandrea Noseda tornou-se o principal maestro convidado da Orquestra Filarmônica de Israel.

O indiano Zubin Mehta nasceu em 1936, mesmo ano de fundação da Filarmônica de Israel, que regeu pela primeira vez em 1961, quando tanto ele quanto a orquestra tinham 25 anos. Uma ligação estreita se manteve desde então. Durante todas as crises e guerras em Israel, Mehta não hesitou em cancelar seus outros compromissos e correr para estar junto com a orquestra, encorajando-a com concertos especiais nas linhas de frente, na fronteira libanesa e em muitas comemorações nacionais, como o concerto em Massada, em outubro de 1988, quando regeu a Sinfonia no. 2 "Ressurreição" de Mahler. Entre concertos, gravações e turnês, Zubin Mehta já regeu milhares de concertos da Orquestra Filarmônica de Israel, nos cinco continentes.

Zubin Mehta pertence, sem dúvida, à elite dos regentes orquestrais e de ópera da atualidade. É diretor artístico vitalício da Orquestra Filarmônica de Israel e foi também diretor artístico da Orquestra Filarmônica de Nova Iorque de 1979 a 1991, o período mais longo de um regente nessa função na história da orquestra. É Regente Honorário das Filarmônicas de Vienna, Munique e Los Angeles, do Teatro del Maggio Musicale Fiorentino e da Orquestra Estatal da Bavária. Regeu as "suas" orquestras em tournées por todo o mundo e é um dos regentes mais requisitados. Em 2006 sua autobiografia "A partitura da minha vida: memórias" foi publicada na Alemanha e em Israel. Em 2011, o Maestro foi homenageado com uma estrela no Hollywood Boulevard. Junto com seu irmão Zarin é co-presidente da "Mehli Mehta Music Foundation" (Bombay), onde mais de 200 crianças estudam música clássica. Zubin M ehta continua a apoiar a descoberta e promoção de talentos em todo mundo.

SERVIÇO CAMPINAS
Ministério da Cultura e EPTV apresentam
18 de agosto (domingo), 20 horas
Orquestra Filarmônica de Israel
Regência: maestro Zubin Mehta (Índia)


PROGRAMA
P.I Tchaikovsky (1840-1893)
Sinfonia nº 4 em fá menor, op. 36


Johann Strauss II (1825-1899)
O Morcego (Die Fledermaus) - Abertura


Tritsch-Tratsch Polka Op. 214
Voices of Spring Waltz Op. 410


M. Ravel (1875-1937)
Daphnis e Chloe - final da 2a.suite


Praça Arautos da Paz
(Avenida Heitor Penteado - ao lado do Parque Portugal)
Entrada Franca
Patrocínio: EPTV, Petrobras, Iguatemi Campinas e MRV Engenharia
Apoio: Unimed, CPFL, SEM, Hotel Vitória e Prefeitura Municipal de Campinas
Realização: Interarte e Ministério da Cultura - Brasil (país rico é país sem pobreza)



SERVIÇO PAULÍNIA
CONCERTOS PAULÍNIA 2013


Série "GRANDES CONCERTOS INTERNACIONAIS"
19 de agosto (segunda-feira), 20 horas


Orquestra Filarmônica de Israel
Regência: maestro Zubin Mehta (Índia)


PROGRAMA
L. van Beethoven (1770 - 1827)
Abertura Leonora nº 3 Op. 72b


W. A. Mozart (1756 - 1791)
Sinfonia nº 40 em sol menor K. 550


J. Brahms (1833 - 1897)
Sinfonia nº 1 em dó menor Op. 68


Theatro Municipal de Paulínia
Av. Prefeito José Lozano de Araújo, 1551, Paulínia, tel. (19) 3933-2140 GRÁTIS (19) 3933-2140 end_of_the_skype_highlighting
Nº de lugares: 1.219
Censura: 10 anos


INGRESSOS
Setor A - R$ 300,00
Setor B - R$ 210,00
Setor C - R$ 100,00
(50% de desconto para estudantes, terceira idade e moradores de Paulínia)
Vendas Online:
http://www.ingressorapido.com.br/Evento.aspx?ID=27904


Apoio Cultural: Prefeitura Municipal de Paulínia
Apoio: EPTV e Hotel Vitória
Realização: Interarte


 
Postar um comentário