terça-feira, 6 de agosto de 2013

Conservatório de Tatuí abre inscrições para bolsas de estudos


São oferecidas seis vagas para músicos atuantes; bolsas variam de R$ 750 a R$ 1 mil

O Conservatório de Tatuí, instituição da Secretaria de Estado da Cultura e do Governo de São Paulo, recebe até a terça-feira (6/08) inscrições de interessados em concorrer a bolsas de estudos para atuar em quatro grupos pedagógico-artísticos da escola de música, artes cênicas e luteria. As bolsas variam de R$ 750 a R$ 1 mil e são oferecidas seis vagas. Podem participar da seleção tanto alunos quanto aqueles que desejam se matricular na instituição.

Há vagas para bolsas de estudos nos cursos de violino, fagote, oboé, canto lírico (voz: contralto), percussão sinfônica e flauta doce. Se selecionado, quem não for aluno do Conservatório de Tatuí será matriculado no curso correspondente e, além das aulas de instrumento, terá que cumprir com a grade curricular, tocar no grupo pedagógico-artístico e participar como monitor aprendiz no grupo pedagógico jovem. Quem já for aluno passará a tocar no grupo pedagógico-artístico e cumprir atividade como monitor aprendiz no grupo pedagógico jovem, além das aulas que já frequenta.

As bolsas de estudos têm como objetivos valorizar e incentivar a atividade artística propriamente dita, dando oportunidade aos alunos e não-alunos talentosos de exercer a almejada prática instrumental/vocal, sob orientação de profissionais, ampliando as experiências que constituirão sua formação plena efetiva e suas oportunidades de inserção no mercado de trabalho.

A Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí receberá três bolsistas (violino, oboé e fagote). A Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí receberá o bolsista de percussão sinfônica. As vagas de contralto e flauta doce são para o Coro Sinfônico e o Grupo de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí.

As inscrições podem ser feitas até o dia 6, das 8h às 11h e das 14h às 17h na Secretaria do Conservatório de Tatuí, que fica na rua São Bento, 808. Candidatos que não são alunos devem pagar taxa no valor de R$ 40. A única exigência, além do conhecimento no instrumento, é ter a idade mínima de 14 anos. É necessário ainda preencher ficha de inscrição (disponível no site conservatoriodetatui.org.br) e apresentar documento com foto e comprovante de endereço.

Conservatório de Tatuí - É um equipamento da Secretaria de Estado da Cultura e do Governo de São Paulo que tem por objetivos a formação profissional de músicos, lutiês, técnicos de áreas afins às artes cênicas e atores, bem como a capacitação e reciclagem nas áreas de Educação Musical e Educação Teatral. Criado por lei estadual em 13 de abril de 1951 e fundado oficialmente em 11 de agosto de 1954, o Conservatório de Tatuí, como é conhecido nacionalmente, representa uma das mais sérias e bem sucedidas ações no setor cultural no Estado de São Paulo. Com quase 60 anos de formação e difusão cultural, uma das mais respeitadas escolas de música da América Latina cumpre a missão de formar instrumentistas, cantores, atores e luthiers de prestígio internacional. Seus 47 cursos distintos, todos gratuitos, têm duração média de seis anos (além de dois anos de aperfeiçoamento, opcional), sendo que seus alunos são, invariavelmente, destaques em concursos nacionais e internacionais. Alguns dos principais músicos da atualidade tiveram formação no Conservatório de Tatuí. O Conservatório de Tatuí conta ainda com conjuntos pedagógicos (formados exclusivamente por alunos) e pedagógico-artísticos (formados por alunos e professores). São orquestras, bandas, big bands e grupos de música de câmara por meio dos quais os alunos têm assegurados a prática musical e o contato com instrumentistas profissionais. Além de ensino de alta qualidade, o Conservatório de Tatuí mantém agenda artística com diferentes atividades, que recebe espectadores de todo o interior paulista. São encontros, festivais, masterclasses, workshops, concertos, espetáculos de teatro, cursos intensivos, palestras e recitais. A produção interna é, ainda, levada aos mais diferentes pontos do Estado de São Paulo ao longo do ano, por meio de apresentações de grupos pedagógicos e pedagógico-artísticos.

 
Postar um comentário