quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Banda Marcial de Cubatão apresenta Concerto “Ternura” no Palácio das Artes, em Praia Grande



Um musical repleto de emoção por dois motivos: o som impecável da Banda Marcial de Cubatão e as vozes maduras dos corais da Terceira Idade de várias cidades da Baixada Santista. O espetáculo, com gosto de alegria em família, foi batizado pelo maestro Alexandre Felipe Gomes de Concerto “Ternura” e acontece na próxima sexta-feira, 14/9, às 20h, no Palácio das Artes de Praia Grande (Av. Ayrton Senna da Silva, 1600).

A Marcial decidiu inovar, convidando os vovôs e vovós do Coral Raízes da Serra, de Cubatão, e outros três grupos vocais da região como o Coral Univozes do Colégio Universitas, Coral Ouvindo Avós do Sindicato dos Urbanitários de Santos e o Coral do Sest-Senat de São Vicente. Eles contarão com a regência da maestrina Sandra Diogo Moço, que realizou toda a preparação vocal. O resultado da bela união são pelo menos 180 artistas no palco: 60 músicos da Marcial e outros 120 cantores da melhor idade. O repertório é bastante popular e vai de Ary Barroso a Irving Berlin.

No programa estão 16 belas canções como Xote das meninas (Luiz Gonzaga), Aquarela do Brasil (Ary Barroso), Como uma onda (Lulu Santos), Noite dos mascarados (Chico Buarque), Se acaso você chegasse(Lupicínio Rodrigues), entre outras. Momento especial deve acontecer durante a apresentação de Epitáfio, dos Titãs, e Dancing Days (Lulu santos e Nelson Motta), com interpretação do Coral Raízes da Serra.

Haverá, ainda, a participação de solistas como em O que é, o que é (Gonzaguinha) com vocais de José Carlos; Planeta água (Guilherme Arantes), com a interpretação da Pequena Rafaela Cano, da Banda Marcial infantil; Triste Berrante (Adauto Santos) com a cantora Marília Diogo Moço; além de solo do trompetista Ezequiel Ferreira em Carinhoso (Pixinguinha); e do saxofonista Rodrigo Vilela, em Cheek tu cheek (Irving Berlin).

 EXPEDIENTE

Concerto “Ternura” da Banda Marcial de Cubatão | em Praia Grande
Palácio das Artes (Av. Ayrton Senna da Silva, 1600)
Obras de Luiz Gonzaga, Ary Barroso, Lulu Santos, Titãs, Pixinguinha, Guilherme Arantes, Gonzaguinha, Adauto Santos, entre outros.
Regência: maestro Alexandre Felipe Gomes
Participação: Coral Raízes da Serra, Coral Ouvindo Avós, Coral do Sest-Senat e Coral Univozes. Regência: maestrina Sandra Diogo Moço.
Dia 14 de setembro | 20h
Postar um comentário