sexta-feira, 22 de março de 2013

ORSSE lança CD em homenagem a Vila-Lobos no TTB



Nesta quinta-feira, dia 14, às 20h30,no Teatro Tobias Barreto, a Orquestra Sinfônica de Sergipe, sob a direção do maestro Guilherme Mannis, dá a largada na sua Temporada 2013. O concerto, além de homenagear o aniversário de Aracaju, marcará o lançamento do primeiro CD do grupo, Orsse/Villa-Lobos, gravado em 2009 no ano de cinquentenário de falecimento do compositor. A Orsse é uma realização da Secult e tem o patrocínio do Instituto Banese. Os ingressos já estão disponíveis na bilheteria do Teatro Tobias Barreto a preços populares.
Em 06 anos de temporadas regulares de concertos, a música brasileira tem sido parte vital da produção da Sinfônica de Sergipe, foi executado um vasto repertório de música brasileira barroca, clássica, moderna e contemporânea, com a execução de compositores dos mais variados, desde Manoel Dias de Oliveira, Padre José Maurício, passando por Lorenzo Fernandez, Guerra-Peixe, Villa-Lobos, Guarnieri até os contemporâneos Ronaldo Miranda, Edson Zampronha, Cláudio de Freitas, Dimitri Cervo e André Mehmari.

Nesse primeiro concerto da Temporada 2013 no Teatro Tobias Barreto será realizada a abertura da série Cajueiros, que durante todo o ano trará um ciclo de belas homenagens com grandes intérpretes da música nacional e internacional. A nova temporada será marcada pelo ecletismo de eventos e dos solistas, aliados a uma programação de concertos intensa, também presente em cidades do interior e em outros locais na capital.

“O ano de 2013 fará da Orsse um produto de transformação social pela música. Com os nossos músicos e os nossos solistas e maestros convidados, todos poderão ter grandes surpresas a cada concerto”, exaltou o maestro Guilherme Mannis.
Neste evento, o público poderá ainda adquirir, em primeira mão, o primeiro CD sinfônico inteiramente produzido em Sergipe, com recursos do Instituto Banese, grande promotor da arte e da cultura em nosso Estado. A Secretaria de Estado da Cultura garante, com ações inovadoras, a parceria entre o Governo do Estado e o Instituto Banese, além de capitanear recursos, via lei Rouanet, junto a diversas empresas que contribuirão para o crescimento da nossa Orquestra Sinfônica, patrimônio cultural do Estado.
Sobre o Programa

Março é o mês nacional da Música Clássica, época em que se comemora o aniversário de Villa-Lobos (05/03/1887), considerado o maior compositor brasileiro, e um dos maiores de todas as Américas. Nada mais adequado do que apresentar neste mês, de forma inédita, o primeiro CD gravado profissionalmente pela Orquestra Sinfônica de Sergipe, inteiramente dedicado à Villa-Lobos.

O maestro Guilherme Mannis comemora o lançamento desse inédito produto cultural para Sergipe: “Gravamos peças de Villa-Lobos como forma de homenageá-lo no cinquentenário da sua morte, em 2009. As peças escolhidas já fazem parte do repertório da orquestra e a Suíte nº1, por exemplo, não possui registro de gravação. Portanto, acredito ser esse um trabalho extremamente relevante e que deve ser disponibilizado para todo o Brasil”.

No CD foram registradas três importantes obras de Villa-Lobos: as Suítes n°1 e nº 2 para Orquestra de Câmara, suas duas últimas obras escritas um ano antes de seu falecimento, e as Bachianas Brasileiras n°3 para piano e orquestra. As Bachianas, escritas para diversas formações, reúnem temas do folclore brasileiro a formas pré-clássicas no estilo de Bach, intencionando construir uma versão brasileira dos Concertos de Brandemburgo.

O concerto do dia 14 de março contará com a execução de excertos das Suítes nº1 e nº2 de Villa-Lobos e também com a exuberante Sinfonia Nº 9 em Dó maior, “A Grande”, do compositor vienense Franz Schubert, deslumbrante demonstração de técnica de orquestração e criatividade musical.

Programa

"Série Cajueiros I"

Orquestra Sinfônica de Sergipe
Abertura da Temporada 2013 e lançamento do CD da ORSSE “Cinqüentenário de Villa-Lobos"
Concerto em homenagem ao aniversário de Aracaju

Guilherme MANNIS, regente
Heitor VILLA –LOBOS (1887-1959)
Suítes para Orquestra de Câmara nº 1 e 2 (excertos)
Franz SCHUBERT (1797-1828)
Sinfonia n.º 9 em Dó maior, D. 944, A Grande

I.  Andante - Allegro ma non troppo
II. Andante con moto
III.  Scherzo. Allegro vivace
IV.  Finale. Allegro vivace

Postar um comentário