terça-feira, 23 de abril de 2013

Em maio os Recitais Eubiose apresentam dois concertos, uma master classe e uma palestra.


Agenda de maio dos Recitais Eubiose

Data: 4 de maio, sábado, 10h
Master Classe de piano com o Pianista e Professor Fabio Luz
Valor da Inscrição: R$ 100,00 para Intérprete e R$ 50,00 para Ouvinte
Data: 18 de maio, sábado, às 20h
Recitais Eubiose
Recital de Piano e Flauta
Intérpretes: Maria José Carrasqueira (piano) – Brasil e Michael George Titt (flauta) - Noruega
Programa:
B.Marcello -   Sonata in F major
Paul Reade - The Victorion Kitchen Garden - Suite  in 5 movements *
E. Nazareth -   Turbilhão de Beijos (Valsa lenta)
                          Improviso (Estudo de Concerto)
                         Ouro sobre Azul (Tango Brasileiro)
Jonathan Dove - The Magic Flute Dances   - (Concerto para flauta)  *
                             Light - Angry
* 1ª audição no Brasil
Valor dos ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00

Michael George Titt  é um dos mais ativos flautistas da Noruega. Atualmente  é o Flautista Principal do “Collegium Musicum” de Bergen e da West Norwegian Opera Company.

Maria José Carrasqueira apresentou-se em 2010, na Nova Zelândia, Armênia, Peru, Equador, Noruega, Inglaterra. Lançou o CD “Nazareth Relouded” com obras para piano a 4 mãos do compositor e pianista Manuel Pessoa de Lima. No Brasil, como parte de suas atividades artísticas e acadêmicas apresentou-se como solista, junto a Orquestra Sinfônica da UNICAMP executando em estreia mundial obras dos compositores Jônatas Manzolli e Denise Garcia.

Data: 25 de maio, sábado
Horário: das 14:30 às 19:00 horas
Recitais Eubiose
Palestra musicada Richard Wagner - "Os 200 anos do Mago de Bayreuth"
Condutores: Iara Fortuna, Marlene Fortuna (atriz) e Gustavo Kuhlmann
Valor dos ingressos: R$ 60,00 e R$ 30,00, com direito ao Recital Wagner no
mesmo dia às 20 horas
Data: 25 de maio, sábado, às 20h
Recitais Eubiose
Recital Richard Wagner - canto e piano
Intérpretes: Laura de Souza (soprano) e Dana Radu (piano)
Programa:
Wesendonck-Lieder
Der Engel  (O Anjo)
Stehe still! ( Pare!)
Schmerzen (Dores)
Im Treibhaus (Na estufa)
Träume (Sonhos)
Prelúdio e Morte de Amor de Isolda -  da ópera Tristão e Isolda

No ano das comemorações dos 130 anos da morte de Richard Wagner, o duo formado pela soprano Laura de Souza e a pianista Dana Radu apresenta duas de suas grandes obras em recital: Wesendonck-Lieder e Prelúdio e Morte de Amor de Isolda.
Originais para voz de soprano e piano, as cinco canções com poemas de Mathilde Wesendonck, foram compostas durante a criação de “Tristão e Isolda”. Wagner as considerava como estudos para a ópera, e nelas reconhecemos os temas do prelúdio de o terceiro ato – Im Treibhaus – e o tema do dueto de amor do segundo ato – Träume. Os textos denotam uma densidade desesperada, que por vezes revelam o sofrimento de uma alma aprisionada, por outras, o vazio de sonhos desfeitos. Acredita-se que Mathilde e Wagner tenham vivido um caso amoroso, durante sua estada na vila de propriedade da família Wesendonck, na Suíça.
O argumento da ópera Tristão e Isolda tem origens na lenda medieval descoberta por Wagner durante suas pesquisas para a composição do Anel do Nibelungo. Nesta obra de extrema complexidade, o compositor explora ao máximo a fusão da música com a palavra. Por tradição, apresenta-se em concertos o prelúdio seguido do solo de soprano, intitulado “Morte de Amor”, trecho que encerra a ópera.

Currículos

A pianista Maria José Carrasqueira foi definida pela grande mestra Eliane Richepin “musicienne dans l’âme”. Sua carreira de solista e camerista, constelada de sucessos tanto de público quanto pela crítica especializada tem se expandido por toda a América do Sul, Estados Unidos e  Europa.
Vinda de uma rica formação artística e musical recebida de seu pai, João Dias Carrasqueira,  e dos professores  Lina Pires de Campos, Camargo Guarnieri, Roberto Schnorremberg, Jacques Klein, Magda Tagliaferro, teve ainda na Europa grandes orientadores nas figuras de B. Seidlhoffer, E. Richepin, H. Datyner, D. Rossiaud, G. Demus.
Prêmio Carlos Gomes – Solista Instrumental, e Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte -Melhor Recitalista;Doutora em Artes, Maria José Carrasqueira é Professora da classe de Piano e Música de Câmara  da UNICAMP, atuando também junto ao Programa  de Pós-Graduação.
Uma das mais renomadas intérpretes brasileiras, é também entusiasta organizadora de eventos e produções musicais de relevo, muitos dos quais vêm obtendo prestigiosos reconhecimentos tais como o Prêmio Sharp de Música - Produção-Melhor CD Clássico   (selo  Paulinas Comep), da “Série Regia Musica”, idealizada por ela. Como pesquisadora é responsável pelas edições dos álbums “O melhor de Pixinguinha” e “O livro de Pattápio Silva”, lançados pela Editora Irmãos Vitale, além de uma extensa revisão crítica  sobre os Vinte Estudos para piano de Camargo Guarnieri.
Solista frente a importantes orquestras brasileiras (Sinfônica do Estado de São Paulo; Orquestra Sinfônica Nacional, de Brasília; Orquestra Sinfônica da USP, Orquestra da Rádio e Televisão Cultura; Orquestra de Câmara do Teatro São Pedro, de Porto Alegre; Orquestra Sinfônica de Campinas, entre outras) e internacionais (Orquestra Sinfônica Nacional de Lima (Peru); Orquestra Sinfonica Nacional de Quito (Equador); Berguem Collegium Musicum (Noruega), Armenian Philarmonic Orchestra (Armenia), a pianista teve em 2005 seu CD com obras de E. Nazareth lançado  na Europa pelo selo SOLSTICE, agraciado com 4 estrelas pelas revistas “Le Monde De La Musique”  e  “Diapason”, de Paris.
A temporada 2008- 2009 foi realizada com apresentações na França, Inglaterra, Alemanha, Inglaterra, Equador, Noruega e USA, incluindo o Weill Hall no Carnegie Hall de New York.
Em 2010 apresentou-se na Nova Zelândia, Armênia, Peru, Equador, Noruega, Inglaterra. Lançou o CD “Nazareth Relouded” com obras para piano a 4 mãos do compositor e pianista Manuel Pessoa de Lima. No Brasil, como parte de suas atividades artísticas e acadêmicas apresentou-se como solista, junto a Orquestra Sinfônica da UNICAMP executando em estreia mundial obras dos compositores Jônatas Manzolli e Denise Garcia.
Para 2013 estão previstas apresentações que incluem Brasil, Noruega, Peru, Equador e Estados Unidos.

Michael George Titt  é um dos mais ativos flautistas da Noruega. Nascido e educado em Salisbury, Inglaterra, seu entusiasmo pela Música Clássica combinado com seu interesse por viagens, o tem levado a mais de 40 países diferentes através do mundo. Iniciou sua carreira  como  membro do  British Symphony Wind Ensemble  na  África  do Norte, onde também foi responsável pelo Departamento de Música Clássica da British Force´s Broadcasting Corporation.
Em 1996 ele recebeu a comenda “Honorary Member of the International Society of Music” pelos serviços prestados à Música Britânica.
Antes de se estabelecer na Noruega, Michael Titt  foi membro da City of Belfast Symphony Orchestra, na Irlanda do Norte, e da Royal Opera House – Convent Garden, em Londres.
Pertenceu à renomada  Bergen Philarmonic Orchestra,  Noruega, com a qual  fez extensas tournées pelos USA, Rússia, França, Alemanha, Itália, Espanha, Hungria, Slovenia  e Japão, apresentando-se no mais prestigiados Festivais Internacionais.
Michael George Titt é um ativo pedagogo e pertence ao corpo docente do Bergen Music Conservatory . Atualmente  é o Flautista Principal do “Collegium Musicum” de Bergen e da West Norwegian Opera Company.
Paralelamente às suas apresentações na Europa, desde 1995  MichaelTitt  vem se apresentando constantemente pela América Latina,  como solista, recitalista e pedagogo.

Laura de Souza
Estudou em Hamburgo, Paris, Milão e Munique, tendo como mestres Ugo Ugaro, Eduardo Abumrad e Thomas Tipton. Obteve o Primeiro Grande Prêmio no Concurso Internacional de Canto do Rio de Janeiro, em 1991. Integrou o elenco estável do Staatstheater Kassel e do Deutsches Nationalteather Weimar - Alemanha e atuou em teatros tais como Aalborg Theater - Dinamarca, Bolshoi Theater Minsk - Bielorússia, Openair Opera Festival - Hamburgo, Kloster Maulbronn, Filarmonia de Colônia, Deutsches Theater München, Filarmonia de Berlim, Nationaltheater Mannheim – Alemanha. No Brasil apresentou-se ao longo de seus 25 anos de carreira, no Theatro Municipal de São Paulo, Teatro Alfa, Teatro São Pedro, Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Sala Cecília Meirelles, Palácio das Artes e Sala São Paulo, entre outros. Seus principais papéis operísticos são Tosca, Madama Butterfly, Suor Angélica, Sieglinde, Elisabeth, Ariadne, e Santuzza, entre outros. Realizou em 2005 a estréia latino-americana de Erwartung, de A. Schoenberg no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Participou do Festival Amazonas de Ópera, Festival de Inverno de Campos de Jordão, Festival de Ópera do Theatro da Paz, Brazil Arts Festival em Tempe, AZ, Latin Arts and Music Festival, Mount Pleasant – MI, EUA, Europäische Wochen Passau, Rheinisches Musikfest em Bonn, Dresdner Musikfestspiele, Projeto Aquarius no Rio de Janeiro e Projeto Mahler em Bogotá. Leciona Canto Lírico na Escola Municipal de Música de São Paulo e Técnica Corporal para Cantores, no Ópera Estúdio da EMESP Tom Jobim, São Paulo.

Dana Radu
Natural da Romênia, iniciou seus estudos de música aos seis anos de idade. Formou-se como solista na Universidade de Música de Bucareste.
Em 1993 obteve a primeira colocação no Concurso de Música Romena de Bucareste e os prêmios "Ludmila Popisteanu" e "Olga Szel" no concurso "Mihail Jora", em 1997. No ano seguinte recebeu o prêmio da "Critica Musical" de melhor pianista acompanhadora desse mesmo concurso.
Gravou diversos programas para a Rádio e TV de Bucareste e foi convidada a participar dos festivais como "Martian Negrea" , Festival International de Câmera de Brasov, de São José do Rio Preto , de Londrina , de Petrópolis, e do Festival Internacional de Música de Campos do Jordão. Em 2003 e 2004 trabalhou como pianista preparadora no Festival Amazonas de Ópera.
Atuou como solista na frente da Orquestra Sinfônica de Ploiesti , da Orquestra Filarmônica de São Bernardo de Campo , Orquestra Sinfônica de Santos , e da Orquestra do Festival de São José do Rio Preto. Desenvolve amplo trabalho cameristico e de correpetição, com apresentações em várias salas importantes , no Brasil e no exterior. Participou de séries de música de câmara como "Um certo olhar" - serie realizada dentro da programação Osesp na sala São Paulo, ou "Uma temática poética do Lied" , ministrada pelo violoncelista e professor Peter Dauelsberg e realizada no CCBB de São Paulo, em 2007. Em 2011 se apresentou junto ao Quarteto Osesp, na Sala São Paulo.
Acompanhou como pianista correpetidora Master Classes realizadas por solistas como Pinchas Zukerman, Nathalie Stutzmann , Antonio Meneses, Emmanuele Baldini, Peter Dauelsberg, Tatjana Vassilieva, Boris Belkin, e fez parte da equipe musical do concurso Pré-estreia, realizado pela TV Cultura.
Gravou junto a contrabaixista Ana Valeria Poles o CD "Por toda minha vida“ lançado pelo selo Clássicos, e junto ao violinista Emmanuele Baldini o CD "Sonatas de Camargo Guarnieri”, lançado pelo selo sueco Bis.
Atualmente radicada no Brasil, exerce atividade como pianista da Fundação Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.
                     
A Sociedade Brasileira de Eubiose aprofunda, através de cursos e práticas, o estudo da Cosmogênese (origem dos universos) e da Antropogênese (origem do homem) para o oferecimento de subsídios com vistas a uma construção crítica do autoconhecimento ancorada no crescimento coletivo e na fraternidade universal dentro de uma visão espiritualista comprometida com a realidade. Com esse foco se dedica também a ações sociais, culturais e artísticas.
Os Recitais Eubiose iniciaram em 2011 e já integram a programação erudita da cidade de São Paulo sempre com grandes nomes como os pianistas Eudóxia de Barros, Helena Elias, Eny da Rocha, Fábio Luz, Maria José Carrasqueira, João Antônio Parizotto Filho, Liliane Kans, e o italiano Salvatore Percacciolo; o violinista Luíz Fílip, a violista Thaís Coelho, o violonista Edelton Gloeden, o violoncelista francês Romain Garioud e os cantores Adélia Issa, Eduardo Janho-Abumrad e Marivone Caetano. Promovem master classes, em 2013, com a grande pianista Cristina Ortiz  e a série Novos Talentos. Com o intuito de promover e auxiliar jovens músicos, firmaram parceria, através da Pianista e Professora Helena Elias, com a Ecole Normale de Musique de Paris – Alfred Cortot para concessão de bolsas de estudos de piano. Site:www.recitaiseubiose.com.br

Serviço:

Sociedade Brasileira de Eubiose
Sala Henrique José de Souza (201 lugares)
Av. Lacerda Franco, 1059
Aclimação
Tel: 3208-9914 / 3208-6699
Estacionamento conveniado no número 1074 até às 23h.

Postar um comentário