quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Teatro do Palácio das Artes recebe La Bohème, de Giacomo Puccini, (PR)


De 20 a 29 de outubro, o Grande Teatro do Palácio das Artes recebe La Bohème, de Giacomo Puccini, baseada na novela “Scènes de la Vie de Bohème”, de Henry Murger. Trata-se de uma das óperas mais populares de todos os tempos e esta é a terceira vez que a montagem é produzida em Belo Horizonte (1981 e em 1996), pela Secretaria de Estado de Cultura (Governo do Estado de Minas Gerais), por meio da Fundação Clóvis Salgado.
O espetáculo tem direção musical e regência do maestro Roberto Tibiriçá, como regisseur Luiz Aguiar. Henrique Passini ficou por conta  da encenação, Marcelo Cordeiro assina a assistência de direção. O cenário está sendo criado por Fernando Maculan e Rafael Yanni, os figurinos são de William Rausch, e a iluminação de Pedro Pederneiras.
Solistas de diferentes Estados e países foram convidados: Rosana Lamosa (RJ), Mariana Ortiz (Venezuela), César Gutiérrez (Colômbia), Marcos Paulo (RJ),  Fabíola Protzner (MG), Leonardo Neiva (SP), Ariel Cazes (Uruguai) e Pedro Ometto (SP). Além de um grande elenco, a ópera contará com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes, Coral Lírico de Minas Gerais e a Cia. de Dança Palácio das Artes.
Esta é mais uma produção da Fundação Clóvis Salgado que ao longo dos seus 40 anos de história, já realizou mais de 50 montagens de óperas de compositores como Verdi, Rossini, Villa- Lobos, Puccini, Mozart e Strauss, com sucesso de público e crítica. Parte das produções foi preservada e encontra-se disponível para possíveis remontagens, cenários, figurinos e adereços.
La Bohème
Com quatro atos, La Bohème estreou no Teatro Regio de Turim em 1º de fevereiro de 1896, sob a regência de Arturo Toscanini. A história acontece em Paris, na véspera do natal e o enredo se desenvolve a partir do encontro de um poeta, Rodolfo e uma florista, Mimi. La Bohème é um exemplo de uma ópera proletária, já que até a época em que Puccini a compôs, quase todos os personagens de ópera tinham sido reis, príncipes, nobres, guerreiros, deuses ou heróis da mitologia grega.
Os personagens "Mimi" e "Rodolfo" serão interpretados por 2 solistas, confiram os dias de cada um:
Personagem Mimi
Rosana Lamosa - Récitas dos dias 20, 23, 26, 29 
Mariana Ortiz dias - Récitas dos dias 22, 25, 28
Postar um comentário