sexta-feira, 4 de março de 2011

OBRA DA PAULUS CONVIDA AS CRIANÇAS A CONHECER VILLA-LOBOS E A IMPORTÂNCIA DE SUA MÚSICA NO BRASIL E NO MUNDO

Para homenagear o maestro, que faria aniversário no dia 5 de março, PAULUS propõe que os mais novos conheçam o músico e suas contribuições para a cultura do nosso país.Corajoso, determinado e apaixonado pela música, Villa-Lobos destacou-se por ser um dos maiores compositores brasileiros. O carioca, fundador da Academia Brasileira de Música, também foi educador e incentivou o ensino do canto coral nas escolas públicas do país.
E foi pensando na sua importância para a nossa cultura que Lúcia Fidalgo o apresenta aos pequenos em Villa-Lobos — O maestro, lançamento da PAULUS.Com linguagem poética, o livro fala sobre a vida de Heitor Villa-Lobos, menino que, ainda pequeno, já dava seus primeiros passos na carreira musical. Aos seis anos de idade ganhou do pai uma viola adaptada para poder estudar violoncelo. Sua mãe não gostou muito da ideia, pois sonhava ver o filho formando-se em medicina.A obra retrata a trajetória do maestro, cuja infância caracterizou-se pela constante presença da música: sua casa servia de palco, nas noites de sábado, para grandes cantores da época se apresentarem. Lúcia também pontua outros fatos marcantes de sua vida, como o bom relacionamento com o pai, que o chamava de Tuhu (“labareda”, em tupi guarani).

“Tuhu era o seu apelido. Apelido carinhoso, lembrança do pai, que morreu quando ele tinha 12 anos, vítima de varíola. Mas deixou com ele o gosto pela música e o amor pelo Brasil”, relata a autora.Esforçado, Villa-Lobos aprendeu a tocar violão sozinho, observando e participando de rodas de choro. De acordo com a autora, ele também era muito detalhista e prestava atenção em tudo à sua volta: nas pessoas que dançavam, nas roupas usadas, nos músicos e nas letras de suas canções. Apaixonado pelo seu país e por sua cultura, resolveu transmitir o que via em suas músicas. “Suas composições traziam sempre o Brasil.

Um Brasil brasileiro, colorido, com cheiro de terra molhada, de gente simples e feliz”, enfatiza Lúcia.Repleto de ilustrações feitas com traços leves e cores fortes, o livro conta ainda sobre seus casamentos, suas viagens pelo Brasil e exterior e também sua contribuição para a educação do país, uma vez que implantou nas escolas a disciplina de música e tornou-se Superintendente de Educação Musical e Artística no governo.

Villa-Lobos — O maestro integra a coleção Brasileirinhos. Seus livros apresentam, de maneira simples e divertida, personalidades fundamentais para o nosso país e inspiradoras das crianças de hoje. Também compõem a coleção títulos sobre Chiquinha Gonzaga, Juscelino Kubitschek, Tarsila do Amaral, Clementina de Jesus, entre outros nomes.

Lúcia Fidalgo nasceu no Rio de Janeiro e desde pequena sempre gostou de contar e ouvir histórias, que hoje compartilha com seus leitores.

Além de escritora, é mestra em Educação, pesquisadora do Aleph – UFF e professora na Universidade Santa Úrsula.

Fabiana Salomão começou a ilustrar livros infantis e juvenis quando ainda cursava faculdade de Belas Artes, em São Paulo. Desde então tem trabalhado para as melhores editoras e agências do Brasil e do exterior, contribuindo com seus belos desenhos. Ela também é formada em Letras e atualmente cursa Teologia.

Serviço
Título: Villa-Lobos — O maestro Autora: Lúcia FidalgoIlustrações: Fabiana Salomão
Coleção: Brasileirinhos
Acabamento: grampeadoFormato: 18,5 cm x 27,5 cm
Páginas: 16Áreas de interesse: Língua Portuguesa, História e Artes
Postar um comentário