sexta-feira, 18 de maio de 2012

Recitais Eubiose apresentam Ricardo Marçal

Ricardo Marçal

No dia 19 de maio, sábado, às 20h, os Recitais Eubiose apresentam a violonista Ricardo Marçal. No repertório obras de Luys de Narváez, Domenico Scarlatti, Giulio Regondi, Manuel Ponce, Francisco Mignone e Isaac Albeniz. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00 (Meia-entrada para terceira idade, estudantes, e associados).

Nos Recitais Eubiose já se apresentaram artistas como os pianistas, Álvaro Siviero, Daniel Gonçalves, Eny da Rocha, Eudóxia de Barros, Fábio Luz, João Antônio Parizotto Filho e o italiano Salvatore Percacciolo; os cantores Eduardo Janho-Abumrad e Marivone Caetano, o violinista Luíz Fílip e a violista Thaís Coelho. Também realizaram a Semana Guiomar Novaes - 100 anos do 1º. Prêmio do Conservatório de Paris com recitais e exposição sobre a pianista dirigidos por Ciro Gonçalves Dias Jr..
A Sociedade Brasileira de Eubiose sempre esteve ligada às atividades artísticas como música, canto, exposições e teatro. Além dos Recitais Eubiose, a Sociedade promove cursos, palestras, master
classes e workshops de temas variados.

Programa
Luys de NARVÁEZ - (1555 - 1560)         
Seys Diferencias sobre el Himno O Gloriosa Domina (1538)

Domenico SCARLATTI - (1685 - 1757)
Sonata K. 87, L 33, Andante mosso
Sonata K. 11, L 352, Allegretto

Giulio REGONDI - (1822 -1872)
Étude Nº 8: Allegretto con moto (cc. 1854)

Manuel PONCE - (1882 – 1948)
Sonata Mexicana (1923)
            I. Allegro moderato
            II. Andantino Affettuoso
            III. Intermezzo. Allegretto in tempo di serenata
            IV. Allegretto un poco vivace

Francisco MIGNONE - (1897 – 1986)
Três dos 12 Estudos para violão (1970)
            Nº 4 – Allegro Scherzoso
            Nº 11: Spleen – Andante
            Nº 9 – Allegro Moderato
Isaac ALBENIZ - (1860-1909)
Torre Bermeja

Ricardo Marçal (Violão)
O violonista belo-horizontino Ricardo Marçal tem se dedicado a uma crescente agenda de concertos pelas mais diversas regiões do Brasil, cativando a simpatia do público e atraindo a atenção de meios de imprensa como os programas “Violões em Foco” e o tradicional “Música e Músicos do Brasil”, ambos da Rádio MEC-FM. É bacharel em Música pela UFMG na classe do professor Fernando Araújo, foi bolsista do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão por dois anos, prossegue seus estudos regulares como aluno particular do aclamado violonista Fábio Zanon e, a convite do maestro Oscar Ghiglia, tem se aperfeiçoado nos cursos anuais de verão da Accademia Musicale Chigiana de Siena, na Itália. Como solista tem se apresentado regularmente em importantes séries por Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e São Paulo. Seus projetos para 2012 incluem ainda uma temporada de 16 recitais por todos os Centros Culturais da Prefeitura de Belo Horizonte, dando continuidade a um projeto iniciado no ano passado, e a 2ª turnê do quarteto de violões Corda Nova, do qual é membro fundador. Além disso, fará turnês estaduais com o Quarteto Barros e com seu duo recém-formado com a soprano Cátia Neris. Como pesquisador, Ricardo está elaborando um trabalho de pesquisa sobre o repertório de música de câmara com violão do início do séc. XIX em parceria com o historiador Gerson Castro e é professor dos cursos de história da música e apreciação musical da Academia de Ideias. Além disso, coordena a criação de uma série de música de câmara nos municípios mineiros de Betim, Brumadinho, Contagem, Crucilândia e Esmeraldas.
A Sociedade Brasileira de Eubiose aprofunda, através de cursos e práticas, o estudo da Cosmogênese (origem dos universos) e da Antropogênese (origem do homem) para o oferecimento de subsídios com vistas a uma construção crítica do autoconhecimento ancorada no crescimento coletivo e na fraternidade universal dentro de uma visão espiritualista comprometida com a realidade. Com esse foco se dedica também a ações sociais, culturais e artísticas.

Postar um comentário