quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Theatro Municipal de São Paulo é homenageado em selo dos Correios

Os Correios lançam, no próximo dia 12 de setembro, selo comemorativo ao centenário do Theatro Municipal de São Paulo. A imagem do selo une os dois momentos que marcam a presença do Theatro Municipal na cidade de São Paulo: sua inauguração e seu centenário. No centro, sua fachada, retratada em vista frontal, apresenta o teatro revitalizado ao público com toda a sua grandiosidade. Nas laterais, em destaque, estão representadas as duas principais estátuas da fachada, que traduzem a essência de sua missão artística: a Música e o Drama. No fundo, um céu em gradações de azul, representa o cair da noite, prenúncio de mais um espetáculo. À esquerda, a logomarca do centenário do teatro. Foram utilizadas as técnicas de impressão em ofsete a quatro cores, com retícula estocástica, e serigrafia na cor dourada.

História —Inaugurado em 12 de setembro de 1911, o Theatro Municipal teve suaconstrução considerada arrojada para a época: recebeu influência da Ópera de Paris e sua arquitetura exterior tem traços renascentistas e barrocos do século XVII. Em seu interior, bustos, medalhões, paredes decoradas, cristais, colunas neoclássicas, vitrais, mosaicos e mármores garantem um espetáculo visual. Pelo palco do Theatro Municipal passaram nomes como Maria Callas, Enrico Caruso, Arturo Toscanini, Ana Pawlova, Nijinsky, Isadora Duncan, Nureyev, Margot Fonteyn, Baryshnikov, Duke Ellington e Ella Fitzgerald, entre outros. Tantos nomes, tantos espetáculos e ainda o cenário do movimento que promoveu uma grande transformação cultural no Brasil: a “Semana de Arte Moderna de 22”. O teatro passou duas grandes reformas em 1954 e de 1986 a 1991. Para celebrar seu centenário, sofreu a terceira obra, esta bem mais complexa que as demais, por restaurar todo o edifício e modernizar o palco.
Postar um comentário