quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Professores da rede pública poderão pagar estudos dando aulas


Professores de escola pública poderão fazer cursos de mestrado e doutorado em educação usando como pagamento o próprio trabalho na rede de ensino. O Ministério da Educação prepara uma portaria, que deve assinada nos próximos dias, com as novas regras.
O programa deverá funcionar nos moldes do Fies (programa de financiamento estudantil voltado para cursos de graduação). Hoje, o professor de escola pública que se inscreve no Fies abate 1% de sua dívida a cada mês trabalhado na rede de ensino.
Os cursos de pós-graduação, mesmo em faculdades privadas, poderão inclusive sair de graça, de acordo com o ministro Fernando Haddad (Educação).
Ele anunciou o novo mecanismo na última sexta-feira, durante um congresso sobre educação infantil, em São Paulo. O evento foi organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Unidades de Educação Infantil da Rede Direta e Autárquica do Município de São Paulo.
APOIO
No mesmo dia em que divulgou a possbilidade de cursos gratuitos para professores da rede pública, Haddad recebeu o apoio da maioria dos vereadores petistas da cidade. Há dois meses, o ministro deu a largada em sua agenda de pré-candidato à Prefeitura de São Paulo.
Postar um comentário