quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

SINFÔNICA HELIÓPOLIS ENCERRA TEMPORADA 2011 NO DIA 21 DE DEZEMBRO, SOB REGÊNCIA DE ISAAC KARABTCHEVSKY, COM APRESENTAÇÃO NA SALA SÃO PAULO

Concerto terá participações da Orquestra Sinfônica Juvenil e
do Coral da Gente, também mantidos pelo Instituto Baccarelli
Programa:
ANDRÉ MEHMARI
Fantasia Coral Natalina
IGOR STRAVINSKY
O pássaro de Fogo
A Sinfônica Heliópolis, grupo gerido pelo Instituto Baccarelli, encerra no próximo dia 21 de dezembro, às 21h, sua primeira temporada regular de concertos na Capital.
Após cinco apresentações ao longo do ano, a orquestra conduzida pelo maestro Isaac Karabtchevsky volta ao palco da Sala São Paulo para interpretar um programa com obras de André Mehmari e Igor Stravisnky.
O programa será aberto pela Fantasia Coral Natalina, de Mehmari, que contará com a participação da Orquestra Sinfônica Juvenil de Heliópolis e do Coral da Gente. Já na segunda parte, o grupo apresenta O Pássaro de Fogo, de Stravinsky.
Para o maestro Isaac Karabtchevsky, ao interpretar a difícil partitura de O Pássaro de Fogo e as complexas obras de Mehmari, a Sinfônica Heliópolis ratifica seu crescimento como orquestra. “Novos desafios nos esperam em 2012 e estou convicto de que a orquestra saberá enfrentá-los com garra e determinação”, completa.
Já André Mehmari faz questão de lembrar sua mais recente apresentação ao lado da Sinfônica, em setembro, no Teatro Bradesco. “Foi um belo concerto. A orquestra tocou muito bem e me senti abraçado pela boa energia e sonoridade de todos, uma turma que adoro e admiro. Só posso agradecer a oportunidade e a honra criando mais música, essa força imaterial que nos une, dignifica e enobrece”.
Balanço
Além da chegada de Isaac Karabtchevsky como novo maestro e diretor artístico, o Instituto Baccarelli realizou significativas mudanças na Sinfônica Heliópolis em 2011. A Temporada de seis concertos na Capital seguiu o modelo das orquestras profissionais, um dos objetivos idealizados pelo Instituto.
Além disso, a orquestra fez um concerto histórico em Paulínia (SP), ao lado da Orquestra Jovem da Filarmônica de Israel, sob regência do maestro israelense Zubin Mehta, seu patrono e admirador declarado. E apresentou-se ainda ao lado do cantor Mike Patton (vocalista da banda norte-americana Faith No More) em outubro, no festival Rock In Rio, no show “Mondo Cane”.
O repertório da Sinfônica, aliás, tornou-se mais diversificado, abrangendo desde obras barrocas até peças da música contemporânea. O grupo também evoluiu em termos artísticos e pedagógicos, com uma carga horária mais intensa e um modelo de ensaios mais exigente e eficiente.
A nova fase ainda incluiu um aumento gradual do auxílio financeiro aos músicos. Hoje, o sistema de remuneração baseia-se na meritocracia, de forma a incentivar cada um a evoluir musicalmente, visando a real profissionalização. Iniciativas como formação de grupos de câmara, ingresso em universidades de música, ausência de faltas e outros fatores, complementam gradualmente o valor recebido pelo aluno.
Sinfônica Heliópolis
Programa diferenciado dentro do Instituto Baccarelli, que promove prática orquestral refinada e conhecimento de repertório sinfônico. Proporciona aos alunos oriundos de Heliópolis a convivência com estudantes de realidades distintas, uma vez que as inscrições para a orquestra são abertas a todos os estados brasileiros. Atualmente é composta por 90 músicos, entre os quais, os alunos que mais se desenvolveram ao longo de todo o processo educativo proposto.
Reflete o resultado da estrutura de ensino sólida oferecida pelo Instituto e alavanca retorno de identidade impactante para a comunidade que leva em seu nome. Atingiu a conotação de um grupo artístico de qualidade, preparado para tocar junto a grandes solistas brasileiros e internacionais, como Erik Schumann; ou artistas populares brasileiros, como João Bosco.

Postar um comentário