segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Educação musical no Tocantins é diferencial na vida dos estudantes


Alunos do Tocantins vivenciam experiência musical em sala de aula, momento único na história da educação do Estado. O aprendizado da música se torna um diferencial para estudantes em todo o Estado. São 50 escolas de tempo integral que oferecem educação musical de uma a duas vezes por semana.
Conforme diretora do departamento da educação básica, da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc), Idelma Pereira de Basto Santos, as demais escolas também trabalham música nas disciplinas de Arte ou Educação Física. Para auxiliá-las neste trabalho, a Seduc organiza guias de aprendizagens para orientar como trabalhar a música de forma lúdica.
Ainda segundo a diretora, o primeiro projeto de música implantado no estado, ocorreu em agosto de 2012, com a Orquestra Sinfônica dos Girassóis, composta por 70 alunos. A partir daí, surgiram outras: a Orquestra Sinfônica Amor Perfeito do Tocantins, formada por 33 alunos, na Escola Estadual Vila União, em Palmas; a Orquestra Sinfônica; além do Coral Mil Vozes e fanfarras.
Também há outros projetos previstos, o da Orquestra Sanfônica Capim Dourado do Tocantins, em Gurupi, que atenderá 35 alunos, da Orquestra Sinfônica Granada do Tocantins, que será composta por 50 alunos, em Paraiso do Tocantins e o Coral Jovem do Tocantins, com 50 estudantes. “Com a ampliação destes projetos há um reflexo decisivo na aprendizagem dos alunos”, disse. “A música é uma ferramenta que auxilia a escola a transformar o aluno em um ser pensante”, completou a diretora.
Alunos do Colégio Girassol de Tempo Integral Rachel de Queiroz, localizado em Palmas, no Aureny II, falaram sobre suas experiências com a música na banda sinfônica da escola.
Para Cristian Basto da Silva, que toca sax tenor, a música trouxe muitos benefícios. “Antes eu era muito agitado, hoje sinto alívio e ânimo, o que não me deixa exceder em meus atos e atitudes”, disse. Ainda segundo ele, a sua primeira apresentação musical na escola foi uma grande conquista. O aluno também disse que tem planos para o futuro. “Pretendo aprender a tocar todas as músicas de Beethoven e participar da banda de música da minha tia”, declarou.
Carolaine Vieira Araujo participa das aulas de música há um mês. Seu instrumento escolhido é a flauta. “Sempre tive vontade de tocar instrumento, estou aprendendo muito”, disse.
A aluna Karolline Mendes de Castro já vê resultados no rendimento escolar. “A música requer muita atenção e dedicação. Com ela, melhorei bastante em matemática. Eu simplesmente amo tocar. Quero a música sempre comigo”, destacou.
Mateus Silva, que toca trompete há 4 anos, já participou de outros grupos musicais. Atualmente, faz parte da banda da escola e da Orquestra dos Girassóis. “Depois que comecei na música, tive que mudar alguns conceitos, aprendi a me organizar melhor”, enfatizou. “Também percebi que posso ter a música como a minha profissão, ser músico, professor e transformar a vida de muitos  alunos aqui em Palmas’, completou o aluno.
Projetos da escola
Conforme a professora de música, Ana Lúcia Costa Guerra, os alunos realizaram na escola sua primeira apresentação musical, com a ‘Nona Sinfonia’ de Beethoven, e já têm outras pretensões. “Estamos com muitos projetos até o final do ano, vamos fazer festival de música, preparar os alunos para apresentações, assim que tiver um   repertório pronto”, disse.
Investimentos em música no Tocantins
Só em 2012, o governo do estado investiu, com recursos oriundos do Tesouro Estadual, cerca R$ 1,3 milhão em instrumentos musicais, foram adquiridas 27 fanfarras, 3 orquestras sinfônicas, 6 bandas sinfônicas e 2 orquestras sanfônicas. Para 2013, a previsão é investir mais de R$ 4 milhões.


Postar um comentário