terça-feira, 8 de outubro de 2013

Sem dinheiro, TV Cultura extingue núcleo infantil


Após ‘vitimar’ Record, Band e SBT – que promoveram enxugamentos de despesas e demissões -, o ano de 2013 tem sido cruel com a TV Cultura.
Com seu orçamento anual  inteiramente comprometido, a emissora tomou a drástica medida de interromper o funcionamento de seu Departamento Infantil, tradicional carro-chefe de sua programação.
De acordo com o jornalista Daniel Castro, do NTV, a extinção do núcleo infantil da Casa gerará o fim do “Cocoricó”, no ar há 17 anos. O programa teria chegado ao fim em setembro, mas, graças ao apelo do elenco, permanecerá ‘vivo’ até dezembro, embora tenha perdido grande parte de sua equipe e deixado de ser diário , com exibições apenas aos sábados.

Ainda segundo Castro, demissões têm sido feitas diariamente, embora em pequena quantidade, na tentativa de não chamar a atenção da imprensa e de sindicatos. Diversos funcionários de alto escalão já foram dispensados e 90% da verba anual da TV Cultura (R4 159 milhões) já teria sido gasta, num ano que, financeiramente, tem sido caótico para a rede.
Postar um comentário