quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Mês da Cultura Independente reúne atrações de diversas vertentes em setembro




Programação terá Johnny Osbourne (Jamaica), Rogério Skylab, Orquestra dos Músicos de Rua, rapper Rael, Rico Rodriguez, mostra de cinema e apresentações em terminais de ônibus

O Mês da Cultura Independente, evento promovido pela Secretaria Municipal de Cultura, chega a sua sétima edição em setembro, com atividades a partir do dia 1º em bibliotecas públicas, nos centros culturais da Penha, Cidade Tiradentes, São Paulo e da Juventude, Galeria Olido, além de terminais de ônibus da cidade.

Criado originalmente no Centro Cultural da Juventude (CCJ), o festival se espalhou por vários espaços da Secretaria ao longo dos anos e apresenta algumas atividades já características como as sessões “Cinetério”, realizadas no Cemitério da Vila Nova Cachoeirinha, em frente ao CCJ. 

Entre as atrações musicais estão o rapper Rael, que se apresenta no Centro Cultural da Penha dia 25, às 15h; o trombonista Rico Rodriguez, criado na Jamaica e apontado como lenda do ska, que se apresenta no Centro Cultural São Paulo dia 21, às 19h. O jamaicano Johnny Osbourne, um dos principais representantes do reggae, faz três shows em São Paulo: dia 13, na Rua Dom José de Barros; dia 14, no Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes e dia 15 na Praça Zumbi dos Palmares. 

No Centro Cultural da Juventude acontece o “Festival 20 minutos dos sem rótulos”, que consiste em uma seleção de bandas de rock independentes. Para se inscrever, os interessados devem enviar, até dia 12 de setembro, três músicas e/ou link de um vídeo (clipe, ensaio ou apresentação ao vivo) para o e-mail 20minutos@ccj.art.br . A apresentação do artista selecionado será dia 21 e o encerramento fica por conta de Rogério Skylab, às 19h.

No Centro Cultural São Paulo, a mostra de cinema “Cultura Urbana” aborda diversas manifestações como o hip-hop e o grafitti. A Biblioteca Alceu Amoroso Lima abriga a segunda edição do Encontro de Literatura Divergente, com encontros e debates com escritores que encontram alternativas de publicação por meio de editoras de pequeno porte e até mesmo na internet. Algumas bibliotecas recebem, ainda, saraus e encontros. 

Mais informações no site: www.culturaindependente.org

 
Postar um comentário