quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Festival de Cinema Brasileiro na China


Sete longas-metragens e três curtas nacionais serão exibidos no 2º Festival de Cinema Brasileiro na China, que será realizado em Pequim, de 17 a 22 de novembro. O festival inicia na quinta-feira, com toques de humor surrealista trazidos por Reflexões de um Liquidificador (2010), de André Klotzel. O diretor estará na noite de abertura, em uma sessão de perguntas e respostas.
Os outros seis longas são o adolescente Antes que o Mundo Acabe (2009), de Ana Luiza Azevedo, É Proibido Fumar (2009), de Anna Muylaert, Mãe e Filha (2011), de Petrus Cariri, o documentário Família Braz: Dois Tempos (2011), de Dorrit Harazim e Arthur Fontes, Malu de Bicicleta (2010), de Flávio Ramos Tambellini, e 5 x Favela, Agora por Nós Mesmos (2010), produzido por Cacá Diegues.
O músico André Abujamra, responsável pela trilha sonora de É Probidio Fumar, é o outro convidado desta edição e fará um bate-papo com a plateia no sábado à noite. De brinde, haverá um pocket show para exibir Mafaro, o novo projeto do artista – numa vigem de música e vídeo. Abujamra ainda participa da festa oficial do festival, também no sábado no bar Alanting, e repete a dose no domingo, no bar Temple. As duas casas são famosas por shows em Pequim.

Todos os eventos serão realizados no Broadway Cinematheque Moma. A Administração Estatal de Rádio, Cinema e Televisão (Sarft, na sigla em inglês) vetou a exibição dos documentários Uma Noite em 67, de Renato Terra e Ricardo Calil, e Dzi Croquetes, de Tatiana Issa e Raphael Alvarez. A programação completa está no site do evento.
Postar um comentário