terça-feira, 1 de novembro de 2011

Montagem une ópera e hip hop para contar história de Orfeu

Para melhor visisualização clique sobre o banner

“Orfeu Mestiço – Uma Hip-hópera brasileira" apresenta releitura moderna de mito grego
O Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, pioneiro na mistura de teatro com elementos da cultura hip-hop, inova mais uma vez nesta sexta-feira, 28, estreou do espetáculo “Orfeu Mestiço – Uma Hip-hópera Brasileira”, em sua sede, na zona oeste de São Paulo.
Com texto e direção geral de Claudia Schapiro, a montagem reúne atores e músicos em cena para contar a história de um político que retorna ao seu passado ligado à ditadura militar, período que tentou esquecer por anos. Uma releitura moderna do mito grego de orfeu, que ocorre em três planos: a realidade, a memória e o imaginário, fruto de três anos de pesquisa do grupo.
Com referências de danças populares e dança de rua, sob o comando da coreógrafa Luaa Gabanini, “Orfeu Mestiço” tem ainda a participação do grupo Treme Terra, Cassio Martins (Banda Cora e da Frente 3 de Fevereiro) e do percussionista Alan Gonçalves, sob a direção musical do DJ Eugênio Lima e da e da atriz-MC Roberta Estrela D’alva
A montagem fica em cartaz até o dia 4 de dezembro e tem entrada via contribuição voluntária, “pague quanto puder”.
Postar um comentário