segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Índios Yanomami ganham exposição no Prédio Histórico dos Correiros


Começou a montagem de um grande painel que ocupará a  a empena do edifício vizinho ao Prédio Histórico dos Correios, localizado no Vale do Anhangabaú, na cidade de São Paulo. A instalação tem como data de abertura domingo, 4, e recebe o nome de “Sonho Verde Azulado” da artista Claudia Andujar.
Com curadoria de Eduardo Brandão, o projeto conta com quatro imagens inéditas em dimensões gigantescas que, juntas, somam 1200m² e serão expostas no mezanino do Prédio Histórico dos Correios. E uma outra imagem com cerca de 270m² exposta na empena de um edifício vizinho.
O trabalho fotográfico de Claudia Andujar com os índios Yanomami se tornou a grande marca da trajetória da artista. Seu primeiro contato com eles foi ao inicio da década de 70, somando mais de 40 anos de atuação com os temas relacionados à luta pela preservação do povo Yanomami que permearam a concepção de seus trabalhos e a levaram, além do envolvimento artístico, a uma postura social e política em favor dos índios, tendo sido uma das fundadoras da Comissão pela Criação do Parque Yanomami.
A instalação terá longo período expositivo, permanecendo até novembro de 2013. E pela primeira vez o prédio ficará aberto para visitação durante os finais de semana, desde a data de abertura, 4 de novembro, até o final de janeiro de 2013.
As fotos nos prédios
No mezanino do Prédio Histórico dos Correios, as obras estarão expostas em grande formato nas quatro paredes que compõem o ambiente. Na instalação a disposição das imagens se apropriará desse gradeado e, cada quadrado, de 5x5m, irá conter um pedaço da fotografia. Juntos, formam duas imagens de 375m² e mais duas de 225m², somando 1200m² ao todo no ambiente interno do edifício.
Na empena do edifício vizinho ao Prédio Histórico dos Correios, que tem vista para o Vale do Anhangabaú, estará outra imagem exclusiva de Claudia Andujar. A proposta de expor uma fotografia com 270m² para a cidade dialogando com a instalação interna, fortalece uma das principais propostas do projeto Cidade Galeria.

Postar um comentário