quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Prêmio Funarte de Música Brasileira



INSCRIÇÕES PRORROGADAS
O prazo será prorrogado por mais 45 dias corridos, a contar do dia seguinte da publicação da portaria de prorrogação. Ela foi publicada no Diário Oficial da União Nº 192, de quarta-feira, 3 de outubro de 2012 – Seção 1, página 5.

Atenção: Baixe o Formulário de Apresentação do Projeto ao lado, em “arquivos relacionados”. Ele deve ser enviado pelo proponente, juntamente com a ficha de inscrição e os demais documentos necessários, conforme o edital. Também em “arquivos relacionados”, acesse as fichas e o edital.
A Funarte lançou, no dia 20 de agosto de 2012, o edital do Prêmio Funarte de Música Brasileira / 2012 – com abrangência nacional.
Os contemplados no edital vão receber prêmios de R$ 30 mil a R$ 200 mil. Serão selecionados projetos de composições, arranjos, shows, vídeos, cancioneiros, discos, sítios de internet, revistas, pesquisas, mapeamentos, seminários, ciclos de debates, palestras, oficinas e cursos livres. As propostas podem ser relacionadas à criação, produção, distribuição e circulação de música, ou a mais de uma destas etapas, da criação à produção.
Podem participar do Prêmio Funarte de Música Brasileira pessoas físicas (produtores e artistas) ou jurídicas (instituições privadas, com ou sem fins lucrativos, de natureza artística e/ou cultural). Com o concurso, a Funarte pretende contribuir para a difusão de atividades e produtos relacionados à música e para sua distribuição pelo país.
A premiação será concedida de acordo com os seguintes módulos: A:23 prêmios de R$ 30 mil; B: 20 prêmios de R$ 50 mil; C: oito prêmios de R$ 100 mil; e D: quatro prêmios de R$ 200 mil. Os projetos inscritos concorrem no âmbito do módulo escolhido pelos candidatos.
O Centro de Música da Instituição (Cemus), responsável pela ação, destaca que a seleção é inovadora, por ser abrangente – ao contrário de outras, voltadas para áreas muito específicas. Afinal, o novo programa deve movimentar os diversos elos das cadeias criativa e produtiva da música: tanto o trabalho dos criadores, quanto o dos produtores, e ainda o da área ligada ao conhecimento musical e à capacitação.
Um total de R$ 3,397 milhões vai ser disponibilizado para o edital, dos quais R$ 107,1 mil serão destinados às despesas administrativas do concurso e o restante, direcionado às premiações. O valor provêm do Fundo Nacional de Cultura – FNC (Ministério da Cultura).
Os projetos inscritos serão avaliados em três etapas:
1) Habilitação dos projetos: triagem, de caráter eliminatório, para verificar se o proponente e o projeto cumprem as exigências do edital. Será realizada por uma comissão de habilitação, no Centro da Música da Funarte;
2) Avaliação da Comissão de Seleção – de caráter eliminatório e classificatório, de todos os projetos habilitados na etapa 1;
3) Análise documental – verificação, eliminatória, da situação fiscal e documental dos proponentes dos projetos selecionados.
A Comissão de Seleção será composta por 12 membros com reconhecida atuação na área da música.

Veja detalhes sobre o processo de avaliação, a Comissão de Seleção e seus critérios nos itens 8, 9 e 10 do edital.
Acesse-o ao lado, em “Arquivos relacionados”, bem como as fichas de inscrição e o formulário de apresentação do projeto.

A Funarte instituiu este edital através da Portaria Nº 255/2012, publicada no D.O.U. do dia 20 de agosto de 2012 e retificada no D.O.U. de 22 de agosto de 2012.

Mais informações
Funarte
Centro da Música (Cemus)
Tels: (21) 2279-8109 / 2240-5151 / 2279-8001


Postar um comentário