quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Banda Marcial de Cubatão e Violeiros de Mauá juntos


PARQUE ANILINAS RECEBE UM GRANDE SHOW REUNINDO
A BANDA MARCIAL DE CUBATÃO E OS VIOLEIROS DE MAUÁ

"Sinfônica e Violeiros: Um Encontro Especial" é o nome do show que acontece nodomingo, 18 de Novembro, às 16:30 horas, no Novo Parque Anilinas, em Cubatão. O espetáculo, inédito na cidade, reúne a Banda Marcial de Cubatão, a Orquestra de Violeiros de Mauá e ainda, em participações especiais, dois outros grupos musicais cubatonenses, o Coral Raízes da Serra e a Dupla Valter e Vieira.

Um grande show reúne, pela primeira vez para o público de Cubatão, aBanda Marcial de Cubatão e aOrquestra de Violeiros de Mauá.
        Com o título "Sinfônica e Violeiros: Um Encontro Especial", o espetáculo começa com a Banda Marcial, tem depois a Orquestra de Violeiros e termina com uma apresentação conjunta dos dois grupos.
        Tudo isso na tarde de domingo 18 de Novembro, no Novo Parque Anilinas. Os organizadores esperam público superior a 5 mil pessoas.

Metais e percussão – Orgulho da população cubatonense, a Banda Marcial de Cubatão foi formada em 1990 pelo maestro Alexandre Felipe Gomes e veio pouco depois a ser incorporada como Corpo Estável da Prefeitura de Cubatão. Inspirada nas tradicionais bandas de desfile, a banda tem hoje 60 jovens músicos em fase de profissionalização e atua nos moldes dos modernos “ensembles” de metais e percussão que existem em todo o mundo. Seu repertório, bastante eclético, passa pelas mais variadas tendências musicais, do barroco ao contemporâneo, passando pela MPB e pela música internacional.
        A Banda Marcial abre sua apresentação com dois temas instrumentais – o sempre vibrante "Tico Tico no Fubá" e "Caras Sujas", esta uma composição do maestro Roberto Farias, músico nascido em Cubatão e nome de grande expressão na cena musical brasileira.
      No número seguinte, recebe a Dupla Valter e Vieira – eles cantam um dos grandes clássicos da música sertaneja, "Saudade da Minha Terra".
      E a Banda Marcial termina a primeira parte do show dividindo o palco com o Coral Raízes da Serra. O tradicional grupo vocal de Cubatão, formado por 50 pessoas da Melhor Idade, canta duas músicas, "Triste Berrante" e "Chalana".

Repertório de raiz – A Orquestra de Violeiros de Mauá, que reúne cerca de 50 integrantes com idades entre 15 e 80 anos e tem como regente titular Rodrigo Hernandes, foi formada também em 1990. Ao longo de sua trajetória já realizou mais de mil apresentações e gravou seis discos, sempre com o melhor da música de raiz brasileira – como catiras e cururus, toadas e modas de viola –, tocada com violas, violões, berrante, acordeom, percussão e pios de pássaros.
        Canções clássicas do repertório de raiz, daquelas que fazem parte do imaginário do povo brasileiro, serão apresentados pela Orquestra de Violeiros. Entre elas, "O menino da porteira", "Moreninha Linda" e "Asa Branca", esta uma homenagem ao inesquecível Rei do Baião, Luiz Gonzaga, que no próximo dia 13 de Dezembro estaria completando 100 anos!

Quatro clássicos populares – Mas o ponto alto do grande show "Sinfônica e Violeiros: Um Encontro Especial" será a apresentação conjunta dos dois grupos, a Banda Marcial de Cubatão e a Orquestra de Violeiros de Mauá.
        Sob regência do maestro Alexandre Felipe Gomes, os mais de 100 músicos se reúnem no palco para interpretar quatro clássicos da melhor música popular brasileira – "Saudades de Matão", "A vaca já foi p'ro brejo", "Tristeza do Jeca" e "A saudade vai" –, em orquestrações criadas pelo grande compositorEdmundo Villani-Côrtes e adaptadas pelo maestro Mario Tirolli, santista formado em regência pelo Conservatório Musical de Cubatão.
        Um espetáculo para ficar na história da cidade!

S E R V I Ç O
SINFÔNICA E VIOLEIROS:
UM ENCONTRO ESPECIAL

Banda Marcial de Cubatão
Orquestra de Violeiros de Mauá
Com as participações de
Coral Raízes da Serra
Dupla Valter e Vieira


CUBATÃO
Domingo, 18 de Novembro, 16:30 horas


Programa
I
Banda Marcial de Cubatão
com participações do Coral Raízes da Serra e da dupla sertaneja Valter e Vieira
regência: maestro Alexandre Felipe Gomes
•             Tico Tico no Fubá (Zequinha de Abreu) - Arranjo de Roberto Farias
•             Caras Sujas (Roberto Farias)
•             Saudade da Minha Terra (Belmonte e Goiá) - Participação da dupla Valter e Vieira
•             Triste Berrante ( Mário Zan) - Participação do Coral Raízes da Serra
•             Chalana ( Almir Sater) - Participação do Coral Raízes da Serra
II
Orquestra de Violeiros de Mauá
regência: Dedé de Lira
•             O menino da porteira (Luizinho e Teddy Vieira)
•             Cuitelinho (folclore recolhido por Paulo Vanzolini e Antonio Xandó)
•             Chitãozinho e Chororó (Serrinha e Athos Campos)
•             As mocinhas da cidade (Nhô Belarmino)
•             Moreninha linda (Tonico, Priminho e Maninho)
•             Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira)

IV
Banda Marcial de Cubatão
    &
Orquestra de Violeiros de Mauá
regência: maestro Alexandre Felipe Gomes
orquestração: Edmundo Villani-Côrtes
adaptação dos arranjos: Mário Tirolli   
•             Saudades de Matão (Antenógenes Honório da Silva, Jorge Gatali e Raul Torres)
•             A vaca já foi p'ro brejo (Tião Carrero, Lourival dos Santos e Vicente Pereira Machado)
•             Tristeza do Jeca (Angelino de Oliveira)
•             A Saudade Vai (Tonico e Tinoco)

Novo Parque Anilinas
Av. Nove de Abril s/nº, Centro, Cubatão, tel. (11) 3361-7177

ENTRADA FRANCA

Duração:  ~ 60 minutos

Indicação etária:  livre para todas as idades

Patrocínio:  Prada Distribuição, empresa do grupo CSN


Apoio:  Prefeitura de Cubatão e Governo do Estado de São Paulo

Realização:  Nery Cultural


Postar um comentário