quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Paulinho da Viola comemora 70 anos com show gratuito em Madureira




O Parque de Madureira, na zona norte do Rio de Janeiro, irá receber o show Paulinho da Viola – 70 Anos de Samba. A apresentação terá entrada franca e contará com a participação da Velha Guarda da Portela.
No show de Madureira, o cantor faz um passeio por sua obra, interpretando clássicos de sua autoria, como Sinal fechado,Argumento, Dança da solidão, Foi um rio que passou em minha vida – seu maior sucesso –, além de Timoneiro, composta com um de seus grandes parceiros, Hermínio Bello de Carvalho.
As cantoras Cristina Buarque, Muiza Adnet e Beatriz Rabello farão parte do espetáculo. Paulinho subirá ao palco acompanhado de músicos que tocam com ele há mais de 40 anos, como Cristóvão Bastos, no piano, Dininho Silva, no baixo, Celsinho Silva, no pandeiro, Hércules Nunes, na bateria, além de Esguleba, na percussão, Mário Sève, nos sopros e do filho do cantor, João Rabello, no violão de seis cordas.
Paulinho se apresentará no dia 28 de novembro, pela primeira vez, no palco do Carnegie Hall, em Nova York, nos Estados Unidos. No dia 11 de dezembro, ele estará no Teatro Coliseo, em Buenos Aires, na Argentina. A partir de março de 2013, o artista inicia uma nova turnê nacional, que vai percorrer as principais capitais do país, celebrando seus 70 anos de vida.
70 anos de Paulinho da Viola
Paulo Cesar Baptista de Faria nasceu em 1942, no Rio de Janeiro, e foi criado em casa de vila em Botafogo, na zona sul. A história musical de Paulinho da Viola começou com seu pai, o violonista Benedicto César Ramos de Faria, conhecido como César Faria, músico do lendário conjunto “Época de Ouro”, considerado o maior grupo de choro da história ainda em atividade. Nos ensaios familiares do conjunto, Paulinho conheceu Jacob do Bandolim e Pixinguinha, entre muitos outros músicos que se reuniam para fazer choro e, eventualmente, cantar valsas e sambas de diferentes épocas.

Postar um comentário