quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Pessoas cultas são mais satisfeitas com suas vidas, diz estudo


Pessoas que vão a museus, concertos, produzem arte ou tocam algum instrumento são mais satisfeitas com suas vidas, independentemente de quão educados ou ricos, de acordo com um estudo da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia, publicado no Journal of Epidemiology and Community Health, da British Medical Association. Mas os efeitos não são os mesmos em homens e mulheres: para eles, atividades passivas como ouvir um concerto ou ver uma exposição estão associados ao clima de otimismo e saúde melhor. Já para elas, atividades como tocar uma música ou produzir arte diminuem a ansiedade e a depressão.
Os pesquisadores coordenados por Koenraad Cuypers analisaram dados de 50.797 adultos que vivem em Nord-Trondelag County, na Noruega. Os participantes responderam a questões detalhadas sobre hábitos de lazer e como percebiam seu próprio estado de saúde, satisfação com a vida e níveis de depressão e ansiedade.
Os resultados foram inequívocos e um tanto inesperados: a correlação entre atividades culturais e a felicidade não só foi forte como os homens também se sentiram melhor como espectadores, enquanto as mulheres claramente preferiam fazer em vez de assistir.
"Os resultados indicam que as atividades culturais na saúde podem se justificar", escreve o autor.
As questões sobre causa e efeito, no entanto, permanecem: as pessoas são mais saudáveis porque são cultas ou buscam mais cultura porque se sentem melhor com isso? 
Postar um comentário